Translate

8 de fevereiro de 2012

SANTA CEIA - 05/02/12


CULTO DE CELEBRAÇÃO 
& SANTA CEIA
Pr. Claudio
 

 "Porque eu recebi do SENHOR o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim. Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha. Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do SENHOR. Por causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem." (I Coríntios 11: 23 a 30)
Quando nós nos reunimos em um dia de santa ceia, nós nos reunimos em mémoria de Cristo, porque Ele carregou sobre si as nossas dores, as nossas enfermidades, o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, por nós, Ele foi ferido, humilhado, chicoteado e como ovelha nada falou. Através de seu sangue, seu sacrifício nós nos tornamos filhos de Deus, somente através de Jesus nós podemos ser chamados filhos de Deus.
Jesus foi enviado para seus (judeus), mas eles o rejeitaram, mas todos aqueles que o aceitaram e o reconheceram como o  Cristo o único e verdadeiro caminho que nos leva a Deus, estes são chamados filhos de Deus.
Aqueles que não buscam a Deus, a amizade de Deus automáticamente, ele está se ligando ao mundo e assinando sua carta de condenação, pois, só Jesus é o caminho que nos liga a Deus.
Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." (Tiago 4: 4 parte B)
Seguir em paz com Deus é abrir mão da razão, de coisas que podem nos acorrentar ao passado, nos tirando o futuro glorioso com Deus. Quando Jesus veio, a este mundo, a igreja estava se desmanchando na mentira, na hipocrisia, a religião judaica não estava levando o povo a Deus, mas estava afastando, os pecadores não tinham vez no templo, os sacerdotes, rejeitavam aquele povo e suas ofertas. Então Jesus se manifestou naquele momento para mostrar o poder da salvação para aqueles que estavam perdidos, e para aqueles sacerdotes que estavam corrompendo a igreja para que se arrependessem e se voltassem para Deus.
Jesus nos deixou vários ensinamentos de como devemos nos comportar diante das mais diversas situações, Ele demonstra na parábola do bom samaritano que nem o sacerdote, nem o levita se compadeceram da vida daquele homem que estava caído, ele estava necessitado. O senário desta parábola mostra que os sacerdotes, só queriam se encher com a gordura do povo, e a religião que pregavam não estava levando o povo a Deus.
Ali estava um homem espancado, roubado, o único que se compadeceu dele foi o samaritano  que o acolheu, levou a uma hospedaria e deu ordens que cuidassem de suas feridas, Jesus como o samaritano nos pegou nos braços, curou nossas feridas e nos acolheu em sua casa para que fóssemos sarados.
Nós como igreja, estamos aqui para reagir, todos nós somos agentes de milagre, Jesus nos deu poder, precisamos pegar o exemplo do samaritano, devemos fazer o bem sem olhar a quem, pois, todos nós somos carentes de ajuda, carentes do favor de Deus. E em dia de celebração de santa ceia, é um dia para que possamos refletir em nossas atitudes.
Paulo dizia que o pão representava o corpo de Cristo, o mesmo foi cheio de ematomas, Jesus pregou a salvação, em momento algum ele expulsou alguém de sua presença, e sabe porquê? As pessoas estavam cansadas de serem juldas, eles precisavam de um refúgio, refúgio é lugar de paz, no meio de uma situação complicada, as pessoas procuram a paz.
Quantas vezes diante das acusaões estamos fracos e nós ao invés de encontrarmos alguém para sarar nossas feridas, na verdade encontramos pessoas que nos apontam o dedo e nos condenam mais ainda?
Quando participamos da ceia devemos ter em mente que Jesus tomou o nosso lugar na cruz. Se formos buscar no livro de Isaías capítulo 53, ele nos fala das dores que Jesus iria passar por nós, mas mesmo tendo nós cometido tantos pecados contra Deus, o seu amor se mostrou incondicional, a ponto Dele enviar o seu único filho por amor a todos nós.
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3: 16)
A lei estabelecia que todo aquele que pecasse estava condenado a morte, mas Deus em seu infinito amor por nós, não quis destruir a raça humana, Ele queria trazer o homem de volta, e o caminho para isso, era o sacrifício de Cristo na cruz do calvário, cruz esta que não era Dele era nossa, mas Deus também sabia que nós não suportaríamos este sacrifício ou não seríamos capazes de fazer da forma mais que perfeita que Jesus fez, como ovelha foi levado ao matadouro sem nenhuma palavra dizer. (Meditar em Isaías 53)
Se estamos aqui hoje, por mais que alguns não valorizem este momento, é pela imensa misericórdia e amor de Deus que não poupou nem a vida de seu filho unigênito para que tivéssemos vida, e vida em abundância.
 Talvez muitos ainda não conseguiram conquistar um sonho, mas infeliz o homem que busca a Deus somente para obeter uma benção, Jesus veio fazer muito mais do que isso, pois, o dia em que partirmos o carro, a conta bancária, os bens tudo ficará, mas Jesus nos proporcionou um lugar na eternidade, onde nós conheceremos a verdadeira vida, a Zoé de Deus, que significa a própria vida de Deus. Se hoje não temos aquilo que queremos devemos dar glória a Deus por uma coisa, o nosso nome está escrito no livro da vida.
Jesus nos ensinou que acima de qualquer coisa ou preconceito, placa de igreja, o que precisa ser estabelecido em nossas vidas, é o seu reino e sua justiça. A provisão vem de Deus e nós temos que entender que ao pegar o pão, nele estão contidos os ematomas do corpo de Cristo, foram por nós, por causa do evangelho que Ele pregava que era diferente da lei. O corpo massacrado partido na cruz foi para nos dar vida, o sangue que foi derramado é a nova aliança entre nós e Deus, Ele é o nosso mediador com Deus, Ele é o nosso advogado que intercede em nosso favor.
Muitas pessoas dizem que não vão participar da ceia, por estarem feridos com um irmão, mas estes que não participam não tem parte com Deus, as pessoas que tomam indignamente, tomam por não conhecerem verdadeiramente o sentido do sacrifício, e acabam tornando-se acusadores do corpo de Cristo. Então o melhor remédio é seguir os pricnípios dos ensinamentos de Cristo. Antes de cear, ofertar ou dizimar devemos buscar o concerto com o irmão, não adianta mostrar a alguém que estamos fazendo alguma coisa para Deus, pois Ele não receberá de qualquer maneira. Aqueles que não querem renunciar, a mentira, a falsidade, o pecado, a lascívia deixam de ser amigos de Deus para se tornarem amigos deste mundo, a escolha é nossa, todos os dias fazemos escolhas, resta saber se elas nos conduzem a Deus.
Precisamos nos examinar, não podemos julgar ninguém por tomar ou não a ceia, porque isso é um particular de cada um, cada um tem a sua forma diante de Deus, só Deus conhece a vida de cada um. Que possamos nos examinar a nós mesmos, buscar confessar nossos pecados para Deus porque Ele é fiel e justo para nos perdoar, nós estamos no tempo da graça, que é um favor imerecido, mas devemos ter conciência que de Deus não se zomba. Pense nisso!!!                                                                                                       


Nenhum comentário: