Animação IBESO

Tradutor / Translate

25 de novembro de 2011

AINDA HÁ ESPERANÇA

SANTA CEIA, 06/11/11 Pr. CLÁUDIO

"Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa; Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu. Não rejeiteis, pois, a vossa confiança, que tem grande e avultado galardão. Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa. Porque ainda um pouquinho de tempo, E o que há de vir virá, e não tardará. Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma." (Hebreus 10: 22, 23, 35 a 39)

Estarmos na presença de Deus é motivo de muita alegria, pois, é na presença Dele que nós encontramos o motivo da vida, que preenche o vazio de nossas vidas, há muitas pessoas que procuram preencher este vazio, com prostituição, bebida, drogas, mas fato é que só a presença de Deus é que dá sentido a vida.

Seguir a Deus é um privelégio, pois, nós não éramos merecedores da salvação, mas Deus diz:

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)

Embora nós tenhamos errado, Deus nos escolheu e seguir a Deus é confiar, é compreender o plano da salvação.

Nesta passagem do livro de Hebreus, ela nos fala da perseverança, pois, ela é uma arma fundamental para quem quer realizar os sonhos, mas muitas vezes no caminhar de nossa vida, nós passamor por caminhos que nos trazem surpresas, muitas vezes nos surpreendemos conosco mesmo, com situações que acontecem que não compreendemos o porque.

Existem muitos tipos de evangelho que está sendo pregado por aí, mas Jesus não veio para defender A ou B, Ele veio mostrar o caminho que devemos andar, mostrar que nosso inimigo não é o homem, mas nós mesmos, pois, quando chegamos a convicção que somos os donos da razão, este é o maior perigo.

Nos ensinamentos de Jesus, nós não o vemos prometer casa, carro, ou emprego, mas Ele em uma oportunidade afirmou que até os animais tem o seu descanso, mas também afirmou que no mundo teríamos aflições, mas que deveríamos ter bom ânimo pois, Ele venceu o mundo.

Temos visto uma geração que tem lutado em prol de si mesmo, um evangelho distorcido onde já mais poderemos passar por lutas e provas, porque se tivermos passando por lutas, isso não é de Deus. Se o nome de Jesus não libertar o homem, já mais algum elemento como sal, água, lenço, gravata não serão capazes de libertar.

"Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres." (João 8: 16)

No mudno seremos perseguidos, falarão de nós, mas antes de nós os profetas e homens de Deus foram perseguidos, mas eles tiveram bom ânimo.

Quando Deus levantou a Josué, ele disse a Josué que tivesse bom ânimo, pois, viriam momentos em que ele iria querer desistir, mas a palavra que Deus liberou para ele foi que Deus estaria com ele a todo tempo.

Muitas vezes nós só enxergamos a Deus a vida do irmão com olhos materialistas, pois, se ele tiver chegando em um carrão julgamos que Deus está na vida dele, mas aquele irmão que vive num barraquino, este julgamos que ele está em “grande tribulação”, colocamos nele o rótulo de coitadinho. O nosso Deus é maravilhoso porque Ele não olha para isso, prova disse foi quando Deus separou a Davi, que era um rapaz esquecido no campo apascentando ovelhas, pois, ele não tinha nem estatura para ir a guerra. Sabe o que aprendemos com isso? Deus está muito mais presente na vida daqueles que são rejeitados, do que na vida daqueles que etão rodeados de riquezas e amigos.

Quantas vezes nós tomamos esta atitude errônea? Quando Deus chamou Josué e Calebe, Ele mostrou que a caminhada não seria fácil. Muitas vezes nós temos que lutar contra nós mesmos não é por causa dos nossos erros ou de nossas falhas que vamos desistir de servir a Deus.

Há muitas pessoas que cobram de nós aquilo que elas mesmas não fazem, mesmo caído, prostrado, embaraçado com as coisas do mundo, temos que ter algo em nosso coração, pois, não é placa que salva, mas se cremos em Deus, devemos perseverar em Deus mesmo em nossa pouca força, pois, Deus não é como o homem, o homem exige coisas que muitas vezes que Deus não está nos exigindo, as vezes Deus quer apenas uma oração sincera, uma adoração sincera .

Na ceia que Jesus preparou para seus discípulos, Ele sabia que Pedro o negaria e que Judas com um beijo o trairia e o entregaria por algumas moedas, mas Ele não incriminou a Eles antes da ceia. Quem vem atrás de Jesus não foi os santos não, foi umaa prostituta, aqueles que cometeram todo tipo de pecado, e uma coisa é certa é que Ele veio para salvar a estes mesmo.

Não podemos rejeitar a nossa confiança em Deus. Muitos nos questionam: “mas você não sabe o que etou passando...”, não podemos rejeitar a nossa confiança, confiar em Deus é saber que nas mãos Dele tem todo poder e autoridade, confiar em Deus é saber que a todo tempo Ele está pronto a nos defender e já mais irá nos rejeitar. Quanto mais podridão de pecado, mais haverá o amor de Deus, quanto mais no fundo do poço, mais o amor de Deus será intenso sobre a nossa vida, mas isso não quer dizer que Deus tolera o pecado, não, Ele ama o pecador, mas abomina nossos pecados.

Não podemos deixar que placa de igreja influencie a nossa conduta, pois, só Deus pode nos levantar, e só o amor Dele nos convence de todo o pecado e para aqueles que tem se mantido justo na posição, a recompensa de Deus é certa.

Nós não estamos aqui para passarmos a frente de ninguém, pois, na casa de Papai, há muitas moradas, as ruas são de ouro e de cristal o que nós precisamos é perseverar, não permitir que nada pare a nossa fé, por mais que alguém venha nos ferir com palavras não podemos nos deixar ferir por palavaras de outras pessoas, não podemos deixar a presença de Deus por causa do erro dos homens. Jesus é sempre justo e na hora certa Ele dará a cada um a sua recompensa.

Independente do que o homem fizer contra a nossa vida, a ordem de Deus é para marchar, devemos seguir os passos de Jesus, seguir os passos de Jesus é superar as calúnilas, perseguições, mas lembrando sempre que em todas essas coisas somos mais que vencedores por Cristo.

Não podemos abrir mão do que Cristo tem para nossas vidas, quem está na videira, está com Jesus, então porque abrir mão de Cristo? O que Jesus quer de nós é que entendamos que Ele é tudo e que devemos seguir ansear.

Quantos líderes tem feito o que querem da igreja do Senhor e quantas pessoas tem caído por causa destes líderes? O bom pastor dá a vida por suas ovelhas, ele é capaz de deixar suas ovelhas protegidas para ir de encontro aquela que se perdeu, esta igreja tem pastor, e este pastor tem nome é JESUS CRISTO.

Talvez alguém diga, eu pequei, mas aquele que confessa seus pecados, Ele perdoa! A bíblia nos diz que necessitamos ter paciência para alcançarmos a promessa. E que promessa é essa? A promessa da salvação. Devemos ter em mente que quem nos justifica é Deus, não precisamos justificar nossos atos com ninguém, porque é Ele quem nos justifica.

Ele vem e não pensem que Ele vem buscar qualquer igreja não, Ele vem buscar a igreja lavada e remida no sangue Dele, o justo viverá pela fé, é isso que nós precisamos é ter convicção, pode mudar a moeda, o governo, a igreja, mas a nossa fé não pode mudar nem tão pouco ser abalada em Cristo, pois, Ele é o mesmo de ontem, hoje e sempre.

Precisamos ter essa fé, porque nós não somos daqueles que nos retiramos para a perdição, não devemos rejeitar a nossa confiança, devemos ter paciência, devemos estar no centro da vontade de Deus, vivendo pela fé, sem nos atirar para a perdição. Esse é o posicionamento que devemos ter diante de Deus.

Se o tempo está passando e Cristo ainda não voltou, mas o tempo não pára devemos estar firmes em Cristo, pois, se morrermos hoje, morreremos em Cristo, as gerações que virão herdarão a mesma promessa, porque Deus é fiel para cumprir.

Podemos passar pelo vale da sombra da morte, Paulo desafiou a morte questionando a ela onde ela estava, pois, nem ela nem o pecado tinha controle da vida dele, pois, ele estava indo de encontro a Cristo.

"Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?" (I Coríntios 15: 55)

Paulo sabia em quem ele depositava a sua esperança e fé, e tinha certeza para onde ele iria, após enfrentar a morte, pois, nem a morte nem o inferno poderiam detê-lo e afastá-lo da presença do Senhor. E nós será que temos esta convicção? Pense nisso!!!

Nenhum comentário: