Animação IBESO

Tradutor / Translate

3 de agosto de 2011

QUE TIPO DE ÁRVORE SOMOS?

3º Dia da Campanha: Semeado a Colheita 02/08/11

PR. Vilson

IBE / PSUL

"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;" (Eclesiastes 3: 1 e 2)

Será que temos colhido bons frutos nestes últimos dias? Onde estão os nossos frutos?

A semente para brotar e germinar ela tem que morrer, ela passa por um estágio de sofrimento para alcançar a bênção. Será que estamos passando por este processo para podermos semear? Quantas almas temos ganhado para Cristo? Para nós colhermos é necessário semear.

Toda árvore que dá frutos no tempo certo, ela começa a brotar seus frutos. Que tipo de árvore temos sido? Onde estão nossos frutos?

"Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda. (João 15: 16)

Se a arvore é boa, ela produz vida seus frutos, sementes e folhas são de excelente qualidade. O fruto do crente é símbolo de Cristo por onde ele vá, mas existem muitos frutos maus, envenenados, prejudiciais a saúde, o fruto é resultado do que o Crente é. Se o nosso fruto é bom, então nós seremos uma boa árvore, mas se não, está na hora de mudar.

Aquele cristão que dá boa semente, ele tem bons frutos, ele produz galhos fortes, pois, quando chega o vento eles não quebram.

Existem quatro tipos de árvores, a árvore murcha, a árvore seca, a árvore infrutífera e a árvore frutífera. Temos que profetizar sobre nossos irmãos para que eles dêem frutos. Os quais falaremos sobre cada uma delas:

1 - Árvore Murcha – são aquelas que levam uma vida cristã sem nenhum compromisso com Deus, não fazem questão de fazer nada pra Deus, elas não encontram prazer e nem entusiasmo na casa de Deus, estão no meio dos adoradores, mas não são adoradores e nem sabem porque estão adorando, vão para a igreja quando querem, passam o culto todo batendo papo, procuram desculpas para sair do culto a todo instante.

Elas vivem trocando de igreja, murmuram, reclamam de tudo, fala mal dos líderes, acham a igreja monótona, falam mal do louvor, reclamam da hora em que o culto irá terminar, vão embora antes da bênção apostólica, tudo para elas é ruim.

A estatística do crente murcho, 5% deles desapareceram da igreja, 5% irão buscar culto on-line, 30% não entrega o dízimo, 40% não ofertam, 90% não vão aos cultos de consagração, 80% não estão nas reuniões de oração, 80% não lêem a bíblia, 80% não evangeliza durante um ano.

2 - Árvore Seca – são aqueles tipos de crentes que não expressam nenhum tipo de fé, estes mantém a forma, a estrutura, como uma folha de outono, não sentem mais nada durante o culto, não choram mais nos cultos, aquilo que fala do céu não toca mais, chegaram ao estágio final de sua vida, a vida espiritual está quase morta, não reclamam mais de nada, o que tinha de reclamar eles já reclamaram, eles já passaram pelo estágio do murcho, eles tem olhos, mas só vêem o carnal, eles tem ouvidos, mas só ouve o que é carnal, eles não tem vida espiritual, porque já deixou de ter compromisso com a igreja, com o PR, com o líder, em dias de culto, eles vão para outras igrejas, eles não dão satisfação a ninguém, eles arrumam outros afazeres para estarem longe da igreja, não são capaz de se humilhar e nem pedir perdão.

Esta é a árvore seca, a grande colheita está chegando e como está o nosso seleiro? Como está a nossa semente?

3 - Árvore Infrutífera – se ela murchou e está secando ela não dará frutos, o Senhor chamou ela de árvore má, ela só toma espaço.

Nas idas e viandas de Jesus, Ele se deparou com uma figueira e como Ele estava com fome procurou um fruto, não achou nada a não ser folhas, naquele momento Ele disse que já mais nascesse fruto dela. (Ler Mateus 21: 18 a 22)

Será que estamos assim, sem dar frutos?

Tem crente que pula, sapateia, dá glória a Deus, mas é só aparência, só dá folhas não dá frutos não. Árvores infrutíferas são só aparências, elas vivem de aparência, muitos crentes buscam aparências, buscam movimentos.

Aquela figueira tinha folhas, mas não tinha frutos, mas Jesus mandou que ela secasse. Tem planta murcha que nós olhamos e pensamos que ela está morta, que não há mais vida, mas a árvore seca tem jeito para ela. Nós temos jeito, basta querermos dar espaço para o Senhor.

4 - Árvore que dá Fruto – foi chamada por Cristo de árvore boa, nesta classificação por Jesus não ouve nenhuma bajulação por esta árvore, ela não pode produzir mau fruto, se nós formos bons então produziremos bons frutos. Sempre iremos produzir furtos bons nossa vida foi feita para servir ao Senhor, nossa casa é um altar, uma árvore frutífera.

"Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis." (Mateus 7: 17 a 20)

O que estraga a mação, não é o pardal, mas sim o buraquinho deixado por ele depois de se alimentar, pois entra bicho e apodrece ela por dentro, ela fica vulnerável. Nós crentes, podemos até ser picados e feridos, mas o mais importante é termos o Espírito Santo de Deus em nossas vidas para curar e sarar nossas feridas.

Quando o crente está habilitado para dar frutos? Ele está habilitado quando dentro dele habita o Espírito Santo. O crente que pertence a Deus e tem o Espírito Santo, e ele rejeita a fofoca, o disse me disse aquilo que não edifica, ele rejeita.

"O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano. Os que estão plantados na casa do SENHOR florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos, Para anunciar que o SENHOR é reto. Ele é a minha rocha e nele não há injustiça." (Salmos 92: 12 a 15)

Se as situações tem nos sufocado, precisamos crer que temos muitos frutos para dar ainda, pois, quem cuidará de nós é o Senhor. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã, o Senhor tem muito para fazer nas nossas vidas, mas é preciso dar lugar para Deus agir.

O Senhor nos separou para ser coluna, não foi para ser piso, para ser pisado por todos, nós nascemos para ser mais que vencedores, nós nascemos para dar fruto, e a nosso ao nosso redor há anjos para nos guardar em todos os nossos caminhos.

A grande colheita está chegando e como está o nosso seleiro? Como está a nossa semente? Pense nisso!!!

Um comentário:

Dayse disse...

Ótima explanação, me ajudou muito. Que Deus abençõe e de sabedoria dos céus para estar sempre atualizando o blog com outros estudos abençoados.