Animação IBESO

Tradutor / Translate

29 de abril de 2011

TIPOS DE ALIANÇAS

"Sendo, pois, Abrão da idade de noventa e nove anos, apareceu o SENHOR a Abrão, e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito. E porei a minha aliança entre mim e ti, e te multiplicarei grandissimamente. Então caiu Abrão sobre o seu rosto, e falou Deus com ele, dizendo: Quanto a mim, eis a minha aliança contigo: serás o pai de muitas nações; E não se chamará mais o teu nome Abrão, mas Abraão será o teu nome; porque por pai de muitas nações te tenho posto; E te farei frutificar grandissimamente, e de ti farei nações, e reis sairão de ti; E estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência depois de ti em suas gerações, por aliança perpétua, para te ser a ti por Deus, e à tua descendência depois de ti. E te darei a ti e à tua descendência depois de ti, a terra de tuas peregrinações, toda a terra de Canaã em perpétua possessão e ser-lhes-ei o seu Deus." (Gênesis 17: 1 a 8)

As escrituras testificam a respeito da significação das alianças divinas. Deus firmou algumas alianças com alguns homens como:

· Noé: após o pecado de Adão e Eva, o pecado e a iniqüidade espalharam-se de tal maneira que Deus, arrependeu-se de ter criado o homem, mas apenas um homem conseguiu chamar a atenção de Deus, que foi Noé. Então Deus o chamou para orientá-lo a construir uma arca firmando assim uma aliança com Noé.

"Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo." (Gênesis 6: 18)

· Abraão: Deus selou uma aliança com Abrão, mudou o seu nome para Abraão, e Deus prometeu a ele que ele seria pai de uma grande nação, mesmo ele e sua esposa Sarah sendo avançados em dias.

"Naquele mesmo dia fez o SENHOR uma aliança com Abrão, dizendo: À tua descendência tenho dado esta terra, desde o rio do Egito até ao grande rio Eufrates;" (Gênesis 15: 18)

· Israel: "Então tomou Moisés aquele sangue, e espargiu-o sobre o povo, e disse: Eis aqui o sangue da aliança que o SENHOR tem feito convosco sobre todas estas palavras." (Êxodo 24: 8)

· Davi: "Fiz uma aliança com o meu escolhido, e jurei ao meu servo Davi, dizendo: A tua semente estabelecerei para sempre, e edificarei o teu trono de geração em geração." (Salmos 89: 3 e 4)

· Jeremias: "Eis que dias vêm, diz o SENHOR, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o SENHOR. Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o SENHOR: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo." (Jeremias 31: 31 a 33)

· Cristo: na última ceia faz uma nova aliança, através de seu sangue.

"Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue, que é derramado por vós." (Lucas 22: 20)

Então o que seria uma aliança? Aliança possui alguns significados como:

· Aliança (de acordo): é um pacto entre duas ou mais partes objetivando a realização de fins comuns. A palavra hebraica para aliança é extraída da raiz brith, que significa “ligar”. O termo usado junto a essa palavra no contexto da aliança é karath, que quer dizer “cortar”. Refere-se ao corte cerimonial dos animais do sacrifício, que faz parte do ritual da aliança. Isso na verdade apontava para o sacrifício de sangue – a expiação do Antigo Testamento – que selava a Aliança.

· Aliança (de pacto de sangue soberanamente administrado): quando Deus entra em relação de aliança com os homens, de maneira soberana institui um pacto de vida e morte.

Existem três tipos de pactos que são:

· Homem x Homem: são feitas e geralmente não são cumpridas;

· Deus x Homem: estas são eternas, pois, Deus não é homem para que minta ou volte atrás;

Existem símbolos e sinais que representam os pactos formados entre Deus e o homem, tais como o sinal do arco-íris, o selo da circuncisão, o sinal do sábado – estes sinais reforçam o caráter de ligação da aliança. Da mesma forma, como uma noiva e um noivo trocam alianças como um “sinal e penhor” de sua “fidelidade e amor permanente”, assim também os sinais da aliança divina simbolizam a permanência do pacto entre Deus e o seu povo.

“Pacto de sangue”, “pacto de vida e morte”, expressam o caráter absoluto do compromisso entre Deus e o homem no contexto da aliança. A Bíblia nos mostra que foi preciso a morte de Jesus na cruz, pois, “sem derramamento de sangue não há remissão de pecados. (Hebreus 9: 22).

As alianças feitas por Deus, elas não tem prazo de validade, veja a promessa que Ele fez a Abraão:

"E estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência depois de ti em suas gerações, por aliança perpétua, para te ser a ti por Deus, e à tua descendência depois de ti." (Gênesis 17: 7)

Os termos desta aliança foram renovados através da vida de Isaque:

"E apareceu-lhe o SENHOR, e disse: Não desças ao Egito; habita na terra que eu te disser; Peregrina nesta terra, e serei contigo, e te abençoarei; porque a ti e à tua descendência darei todas estas terras, e confirmarei o juramento que tenho jurado a Abraão teu pai; E multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e darei à tua descendência todas estas terras; e por meio dela serão benditas todas as nações da terra; Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis. E apareceu-lhe o SENHOR naquela mesma noite, e disse: Eu sou o Deus de Abraão teu pai; não temas, porque eu sou contigo, e abençoar-te-ei, e multiplicarei a tua descendência por amor de Abraão meu servo. " (Gênesis 26: 2 a 5 e 24)

O Deus que fez aliança com Abraão e Isaque, é o mesmo Deus a qual servimos, Ele não mudou. Quantas pessoas oram por um familiar, mas não conseguem ver o seu milagre chegar, alguns nesta caminhada de fé chegam a falecer, mas a promessa que o Senhor fez ela irá se cumprir.

Quando Deus prometeu no Jardim do Édem que da semente da mulher nasceria uma semente que esmagaria a cabeça da serpente, passaram muitos anos e muitas gerações, mas a promessa se cumpriu em Cristo Jesus.

· Homem x Deus: esta é estabelecida, porém são quebradas, pelo próprio homem.

Muitos de nós na maioria das vezes nos tornamos escravos de nossos pecados, rompemos nossa aliança feita com Deus e acabamos tardando nossas bênçãos. Tudo o que nós precisamos é permanecer na posição para vermos o cumprimento das promessas de Deus nas nossas vidas, nossas alianças com Deus precisam ser renovadas diariamente por nós.

Nós devemos honrar o compromisso que firmamos com Deus, precisamos estar diante de Deus glorificando a sua face sendo fiéis ao compromisso que firmamos com Ele.

Reflexão:

· Será que nós realmente temos sido fiel a aliança firmada com Deus?

Pense nisso!!!

1º Chá Damas da Graça

Preletora: Elaine Cristina

Nenhum comentário: