Translate

25 de março de 2011

MALDADE

Tinha Manassés doze anos de idade, quando começou a reinar, e cinqüenta e cinco anos reinou em Jerusalém. E fez o que era mau aos olhos do SENHOR, conforme as abominações dos gentios que o SENHOR lançara fora de diante dos filhos de Israel. Porque tornou a edificar os altos que Ezequias, seu pai tinha derrubado; e levantou altares aos Baalins, e fez bosques, e prostrou-se diante de todo o exército dos céus, e o serviu. E edificou altares na casa do SENHOR, da qual o SENHOR tinha falado: Em Jerusalém estará o meu nome eternamente. Edificou altares a todo o exército dos céus, em ambos os átrios da casa do SENHOR. Fez ele também passar seus filhos pelo fogo no vale do filho de Hinom, e usou de adivinhações e de agouros, e de feitiçarias, e consultou adivinhos e encantadores, e fez muitíssimo mal aos olhos do SENHOR, para o provocar à ira. Também pôs uma imagem de escultura do ídolo que tinha feito, na casa de Deus, da qual Deus tinha falado a Davi e a Salomão seu filho: Nesta casa e em Jerusalém, que escolhi de todas as tribos de Israel, porei o meu nome para sempre. E nunca mais removerei o pé de Israel da terra que destinei os vossos pais; contanto que tenham cuidado de fazer tudo o que eu lhes ordenei, conforme a toda a lei, e estatutos, e juízos, dados pela mão de Moisés. E Manassés tanto fez errar a Judá e aos moradores de Jerusalém, que fizeram pior do que as nações que o SENHOR tinha destruído de diante dos filhos de Israel. E falou o SENHOR a Manassés e ao seu povo, porém não deram ouvidos. Assim o SENHOR trouxe sobre eles os capitães do exército do rei da Assíria, os quais prenderam a Manassés com ganchos e, amarrando-o com cadeias, o levaram para Babilônia. E ele, angustiado, orou deveras ao SENHOR seu Deus, e humilhou-se muito perante o Deus de seus pais; E fez-lhe oração, e Deus se aplacou para com ele, e ouviu a sua súplica, e tornou a trazê-lo a Jerusalém, ao seu reino. Então conheceu Manassés que o SENHOR era Deus. E depois disto edificou o muro de fora da cidade de Davi, ao ocidente de Giom, no vale, e à entrada da porta do peixe, e ao redor de Ofel, e o levantou muito alto; também pôs capitães de guerra em todas as cidades fortificadas de Judá. E tirou da casa do SENHOR os deuses estranhos e o ídolo, como também todos os altares que tinha edificado no monte da casa do SENHOR, e em Jerusalém, e os lançou fora da cidade. E reparou o altar do SENHOR e ofereceu sobre ele sacrifícios de ofertas pacíficas e de louvor; e ordenou a Judá que servisse ao SENHOR Deus de Israel. Contudo o povo ainda sacrificava nos altos, mas somente ao SENHOR seu Deus. O restante dos atos de Manassés, e a sua oração ao seu Deus, e as palavras dos videntes que lhe falaram no nome do SENHOR Deus de Israel, eis que estão nas crônicas dos reis de Israel. E a sua oração, e como Deus se aplacou para com ele, e todo o seu pecado, e a sua transgressão, e os lugares onde edificou altos, e pôs bosques e imagens de escultura, antes que se humilhasse, eis que estão escritos nos livros dos videntes. E dormiu Manassés com seus pais, e o sepultaram em sua casa. Amom, seu filho, reinou em seu lugar. (II Crônicas 33: 1 a 20)

Ao ler o texto de hoje, talvez você tenha ficado chocado com tantas atrocidades cometidas por Manasés em seu reinado. Tais fatos realmente são fortes, mas precisamos lembrar que diante de Deus todo erro é erro e não há um mais grave que outro, e assim conseqüências diferentes. No caso do rei Manasses seus erros não afetaram apenas a sua vida. Ele foi levado cativo e sua maldade fez com que todo povo se desviasse dos retos caminhos do Senhor por muitos anos, de tal forma que Manasses não conseguiu alterar a situação, embora após voltar-se ao Senhor tenha ordenado muitas mudanças.

A maldade e desobediência de Manasses causam revolta a quem lê sobre sua vida. Provavelmente nenhum ser humano diria que ele deveria ter sido perdoado por Deus. Mas que bom que diante de Deus as coisas são diferentes e ele restaura até mesmo as piores pessoas. Foi isso que aconteceu com esse rei. Após cometer tantos erros, em um momento de angústia ele se voltou ao Senhor e foi ouvido. Quando ele orou, o Senhor o ouviu e atendeu o seu pedido. Infelizmente Manassés demorou para reconhecer que estava errado e para voltar-se a Deus. Isso nos serve de lição:

1 – Deus restaura o ser humano: Não importa quantos e quais erros tenha cometido, basta que haja disposição de cada um em chegar-se ao Senhor e humilhar-se perante ele;

2 – Não há idade limite para mudanças: Não sabemos quantos anos tinha Manasses quando foi restaurado, mas o que importa é que ele percebeu que ainda havia tempo para buscar a Deus;

3 – A misericórdia do Senhor:

As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; (Lamentações 3: 22)

Seja qual for sua história de vida, a misericórdia inesgotável de Deus se manifesta a todo ser humano que dele se aproxima, da mesma forma que aconteceu com o tão temível e depois restaurado rei Manassés.

"Lembra-te, SENHOR, das tuas misericórdias e das tuas benignidades, porque são desde a eternidade." (Salmos 25: 6)

Nunca é tarde para buscar a Deus e mudar de vida.

Pão Diário

O Livro de Leituras Devocionais Diárias Nº 14

Mensagem: Maldade

Autores:

Claiton André Kunz – Ijuí / RS

Marivete Zanoni Kunz – Ijuí / RS

Nenhum comentário: