Animação IBESO

Tradutor / Translate

28 de fevereiro de 2011

Lutas, Provações e Situações

De acordo com o dicionário da língua portuguesa a palavra luta significa:

· Luta: combate, batalha, ação em favor de algo ou contra algo;

Ela está presente em nossas vidas de duas maneiras, através das lutas vindas através da desobediência e através e as lutas que são permissão de Deus para nossas vidas.

Lutas por desobediência:

"Então tornaram os filhos de Israel a fazer o que era mau aos olhos do SENHOR, e serviram aos baalins, e a Astarote, e aos deuses da Síria, e aos deuses de Sidom, e aos deuses de Moabe, e aos deuses dos filhos de Amom, e aos deuses dos filisteus; e deixaram ao SENHOR, e não o serviram. E a ira do SENHOR se acendeu contra Israel; e vendeu-os nas mãos dos filisteus, e nas mãos dos filhos de Amom. Mas os filhos de Israel disseram ao SENHOR: Pecamos; faze-nos conforme a tudo quanto te parecer bem aos teus olhos; tão-somente te rogamos que nos livres nesta vez. E tiraram os deuses alheios do meio de si, e serviram ao SENHOR; então se angustiou a sua alma por causa da desgraça de Israel." (Juízes 6 e 7, 15 e 16)

Os filhos de Israel deixaram de adorar a Deus para adorar a deuses como os baalins, Deus foi fiel para com o seu povo nos mínimos detalhes quando os tirou da terra do Egito, pois, suas vestes não rasgaram, suas sandálias não envelheceram, fez cair do céu maná, e ainda assim o povo deixou de adorá-Lo para adorar a deuses estranhos e por esta razão eles pagaram um alto preço. Mesmo Deus tendo demonstrado o seu amor e zelo para com aquele povo, eles foram capazes de desobedecer a Deus, traindo a Deus e adorando a deuses feitos por mão, ou deuses de outros povos. Mas quando aquele povo se arrependeu e retiraram todos os falsos deuses para servir ao Deus todo poderoso.

Para que Deus possa agir em nossas vidas, primeiro é necessário reconhecer que erramos e restaurar o altar, pois, nós somos templo e morada do Espírito Santo de Deus, aquele que diz não ser e não ter nada a oferecer a Deus está muito enganado, pois, todos nós somos úteis, nós somos embaixadores de Deus nesta terra, fomos chamados para fazer a diferença.

"Então disse Samuel a Saul: Enviou-me o SENHOR a ungir-te rei sobre o seu povo, sobre Israel; ouve, pois, agora a voz das palavras do SENHOR. Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eu me recordei do que fez Amaleque a Israel; como se lhe opôs no caminho, quando subia do Egito. Vai, pois, agora e fere a Amaleque; e destrói totalmente a tudo o que tiver, e não lhe perdoes; porém matarás desde o homem até à mulher, desde os meninos até aos de peito, desde os bois até às ovelhas, e desde os camelos até aos jumentos. Então feriu Saul aos amalequitas desde Havilá até chegar a Sur, que está defronte do Egito. E tomou vivo a Agague, rei dos amalequitas; porém a todo o povo destruiu ao fio da espada. E Saul e o povo pouparam a Agague, e ao melhor das ovelhas e das vacas, e as da segunda ordem, e aos cordeiros e ao melhor que havia, e não os quiseram destruir totalmente; porém a toda a coisa vil e desprezível destruíram totalmente. Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei. E virando-se Samuel para se ir, ele lhe pegou pela orla da capa, e a rasgou. Então Samuel lhe disse: O SENHOR tem rasgado de ti hoje o reino de Israel, e o tem dado ao teu próximo, melhor do que tu. E nunca mais viu Samuel a Saul até ao dia da sua morte; porque Samuel teve dó de Saul. E o SENHOR se arrependeu de haver posto a Saul rei sobre Israel." (I Samuel 15: 1 a 4, 9 a 12, 22 e 23, 27 e 28)

Saul foi escolhido por Deus para ser ungido rei sobre o povo de Israel, mas suas atitudes eram precipitadas, além dele ser desobediente diante daquilo que o Senhor determinava, por esta razão, o Espírito de Deus afastou-se de Saul e Deus ungiu a Davi para ser o sucessor do trono de Israel. Diferente do rei Saul, nós devemos dar ouvidos a voz de Deus, pois, muitas vezes o preço da desobediência é maior, desta forma é melhor obedecer ainda que do que sacrificar.

Lutas permitidas por Deus:

"Jacó, porém, ficou só; e lutou com ele um homem, até que a alva subiu. E vendo este que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com ele. E disse: Deixa-me ir, porque já a alva subiu. Porém ele disse: Não te deixarei ir, se não me abençoares. E disse-lhe: Qual é o teu nome? E ele disse: Jacó. Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste." (Gênesis 32: 24 a 28)

Jacó por duas vezes passou para trás seu irmão Esaú, pois, ele sempre quis ser o primogênito, como também desejava ter as bênçãos do primogênito com isso, ele conquistou o desafeto de seu irmão. Ao sair de sua parentela, ele saiu com a sentença de que seu irmão Esaú o mataria, alguns anos mais tarde, Deus fala a Jacó que volte a sua terra, mas ele sabia muito bem que sua chegada não seria bem vinda, pois, seu irmão o havia jurado de morte.

Foi quando no vale de Jaboque Jacó lutou com o anjo do Senhor para obter sua benção, naquele dia Deus mudou a história de Jacó, aquela foi uma luta permitida por Deus, pois, Jacó estava determinado a só largar o anjo quando ele o abençoasse. E assim acontece conosco também, para nós obtermos vitórias da parte de Deus é necessário nos esforçar, lutar sem retroceder.

De acordo com o dicionário da língua portuguesa a palavra provação significa:

· Provação: ação ou meio de pôr à prova a constância, a resignação, a virtude. Situação difícil; transe; sofrimento.

"Então ele se levantou, e foi a Sarepta; e, chegando à porta da cidade, eis que estava ali uma mulher viúva apanhando lenha; e ele a chamou, e lhe disse: Traze-me, peço-te, num vaso um pouco de água que beba. E, indo ela a trazê-la, ele a chamou e lhe disse: Traze-me agora também um bocado de pão na tua mão. Porém ela disse: Vive o SENHOR teu Deus, que nem um bolo tenho, senão somente um punhado de farinha numa panela, e um pouco de azeite numa botija; e vês aqui apanhei dois cavacos, e vou prepará-lo para mim e para o meu filho, para que o comamos, e morramos. E Elias lhe disse: Não temas; vai, faze conforme à tua palavra; porém faze dele primeiro para mim um bolo pequeno, e traze-mo aqui; depois farás para ti e para teu filho. Porque assim diz o SENHOR Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará até ao dia em que o SENHOR dê chuva sobre a terra. E ela foi e fez conforme a palavra de Elias; e assim comeu ela, e ele, e a sua casa muitos dias. Da panela a farinha não se acabou, e da botija o azeite não faltou; conforme a palavra do SENHOR, que ele falara pelo ministério de Elias. E depois destas coisas sucedeu que adoeceu o filho desta mulher, dona da casa; e a sua doença se agravou muito, até que nele nenhum fôlego ficou." (I Reis 17: 10 a 17)

A viúva estava passando por uma grande provação ela não tinha mais esperanças, pois, o que ela tinha em casa para comer só daria para ela e o filho comerem, e depois morrerem, mas Deus entrou com provisão, enviando o profeta Elias para que sua história fosse mudada. Mas antes que Elias chegasse àquela mulher, Elias também estava sendo provado a todo o tempo, pois, o rei Acabe estava perseguindo-o para matá-lo. Elias passou um tempo refugiado no deserto sendo alimentado por corvos e bebendo água de um ribeiro, até que a água do ribeiro secou.

Elias ao se encontrar com aquela viúva, ele pede que ela o alimente, mas ela explica que o pouco que tem mal dá para ela e o filho comerem, mas ele ordena que ela prepare o alimento para que ele comece. Que dura decisão a daquela mulher, alimentar um estranho ou alimentar-se com seu filho, mas ela preferiu obedecer.

A obediência gera o milagre, independente da situação. Quando o profeta foi servido, por aquela mulher pobre de posses e pobre de espírito, Elias libera uma palavra de vitória sobre a vida dela, que já mais faltariam azeite e farinha na panela dela.

Irmão, eu não sei qual a luta que você está passando, mas eu sei que Deus é poderoso para mudar a sua história, mas para isso seja forte, corajoso e obediente!

"Por um breve momento te deixei, mas com grandes misericórdias te recolherei;" (Isaías 54: 7)

Muitos podem te abandonar, a sua família, seus amigos, mas Deus já mais te abandonará. O profeta ao chegar naquela casa e se dar conta daquela situação, ele tomou uma atitude, ele profetizou sobre a vida daquela mulher:

“A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará...” (I Reis 17: 14 parte b)

Após aquela viúva ter vencido a prova da fome, ela se depara com a morte de seu filho então ela questiona a Elias porque o filho dela veio a morrer? A situação dela mudou de um extremo ao outro, pois, ela não tinha esperança, ela e o filho iriam morrer de fome, mas Deus mudou com a provisão do alimento, mas agora quando ela pensava estar tudo bem seu filho adoece e morre.

Mais uma vez vemos Elias em um ato de fé, ele orou a Deus intercedendo pela vida daquele menino, e Deus operou mais uma vez um milagre naquela casa. A oração na vida do crente faz toda a diferença.

"Todos os presidentes do reino, os capitães e príncipes, conselheiros e governadores, concordaram em promulgar um edito real e confirmar a proibição que qualquer que, por espaço de trinta dias, fizer uma petição a qualquer deus, ou a qualquer homem, e não a ti, ó rei, seja lançado na cova dos leões. Agora, pois, ó rei, confirma a proibição, e assina o edito, para que não seja mudado, conforme a lei dos medos e dos persas, que não se pode revogar. Por esta razão o rei Dario assinou o edito e a proibição. Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado, entrou em sua casa (ora havia no seu quarto janelas abertas do lado de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer. Então responderam ao rei, dizendo-lhe: Daniel, que é dos filhos dos cativos de Judá, não tem feito caso de ti, ó rei, nem do edito que assinaste, antes três vezes por dia faz a sua oração. Então o rei ordenou que trouxessem a Daniel, e lançaram-no na cova dos leões. E, falando o rei, disse a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, ele te livrará. O meu Deus enviou o seu anjo, e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dele; e também contra ti, ó rei, não tenho cometido delito algum." (Daniel 6: 7 a 10, 13, 16 e 22)

Daniel era um homem reto e fiel a Deus, quando foi promulgada a lei de que ninguém poderia se prostrar diante de outro deus se não ao rei e aquele que descumprisse aquela lei seria lançado à cova dos leões, Daniel não negou a sua fé, ao contrário ele orava a Deus três vezes ao dia com as janelas de seu quarto abertas sem se esconder de ninguém. Quando foi lançado à cova dos leões, Deus enviou o anjo para livrar a seu servo. Daniel foi colocado à prova por Deus, mas ele permaneceu firme até o fim.

E nós? Qual tem sido nossa atitude diante das lutas e provações? Será que teríamos a mesma atitude de Daniel? Será que teríamos permanecido com nosso propósito de oração?

Todos nós temos uma necessidade, mas é preciso crer que o Senhor abrirá a porta que almejamos, pois, Ele é poderoso para trazer à existência aquilo que não existe, mas para viver as promessas do Senhor nas nossas vidas é necessário crer e obedecer, pois, as coisas de Deus são com ordem e decência, tudo tem um tempo determinado.

Precisamos entender que é necessário estarmos unidos em uma só fé e um só Espírito, só assim poderemos chamar a atenção de Deus.

De acordo com o dicionário da língua portuguesa a palavra situação significa:

· Estado ou condição em que algo ou alguém se encontra;

"Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido. Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá. Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: SENHOR, já cheira mal, porque é já de quatro dias. Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?" (João 11: 21 e 22, 39 e 40)

Jesus foi avisado que seu amigo Lázaro estava enfermo, Ele poderia profetizar sobre a vida de Lázaro para que este ficasse curado, mas Ele não o fez, quando Jesus viu que era chegada à hora de ir ter com Lázaro sua irmã Marta mulher de pouca fé questiona a Jesus que se Ele tivesse chegado antes seu irmão não teria morrido. Mas aquela era uma situação não para tristeza, mas para a que a glória de Deus se manifestasse naquele lugar.

Quando Jesus disse para que tirassem a pedra mais uma vez Marta o questiona dizendo que já cheirava mal, ela tentou impedir o agir da mão de Deus, mas aquela situação era unicamente para glorificar o nome de Jesus.

Com isso, aprendemos que quando estamos na posição em que Deus nos quer, nós passamos por lutas, provações e algumas situações que nada mais são do que para glorificar o nome do Senhor nas nossas vidas, para que possamos testemunhar o que Ele fez, o que Ele faz e o que poderá fazer, pois, só Ele é o Deus do impossível.

27/02/11 Culto de Celebração

Obreiro Edson

24 de fevereiro de 2011

UMA NOVA HISTÓRIA

"Porventura é para vós tempo de habitardes nas vossas casas forradas, enquanto esta casa fica deserta? Ora, pois, assim diz o SENHOR dos Exércitos: Considerai os vossos caminhos. Semeais muito, e recolheis pouco; comeis, porém não vos fartais; bebeis, porém não vos saciais; vesti-vos, porém ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o num saco furado. Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Considerai os vossos caminhos." (Ageu 1: 4 a 7)

Nós fomos chamados e escolhidos para sermos agentes abençoadores do reino de Deus, Ele nos escolheu entre tantos e derramou sobre nós o Seu poder. Somos filhos por adoção, precisamos ser a diferença, pois, ocupamos uma posição privilegiada somos embaixadores dos céus, temos muitas responsabilidades com a obra do Senhor, mas também temos muitas promessas da parte do Senhor.

Como nós temos andado como crente? Como o Senhor têm visto nossas obras? Quais os frutos temos frutificado?

Na época do profeta Ageu, o povo andava muito preocupado com a vida pessoal, em construção de casas, queriam recuperar o tempo perdido, viviam em prol de si mesmo, Deus em sua infinita misericórdia, levantou o profeta Ageu para que ele pudesse abrir os olhos daquele povo.

Assim como foi no tempo do profeta Ageu, temos visto muitas pessoas cheias de si mesmas, muito ocupadas com tantos afazeres, cheias de sonhos, planos, projetos com os quais não estão inclusos o Senhor. Quando nós queremos alguma coisa, nós nos esforçamos nos desdobramos em mil para conquistar algum sonho, mas quando algo é para a obra do Senhor, nós nunca temos tempo, nós nunca podemos colaborar financeiramente, além dos nossos compromissos de dízimo e oferta, e quando o nosso bolso aperta, as primeiras despesas que cortamos são com nosso dízimo e oferta mais uma vez deixamos Deus em último lugar em nossas vidas.

É preciso entender que Deus não precisa do nosso dinheiro, Ele quer ver a nossa atitude diante Dele. Também precisamos deixar de ser hipócritas, pois, falamos daquilo que não vivemos, a obra começa dentro de nós mesmos.

Ajudar na obra de Deus não se resume apenas em financeiro que também é importante, mas é em doar o nosso tempo, o nosso louvor, nossos talentos, é estar disposto a cumpri o ide do Senhor e estar preparado para levar as muitas pedradas, é suportar ser apontado pelos outros e muitas vezes injustamente é suportar tudo por amor a Deus.

Muitos ao aceitarem ao Senhor Jesus fazem por empolgação, ou porque querem as bênçãos, mas não querem o Abençoador, se esquecem do sacrifício do Senhor Jesus naquela cruz que foi para nos libertar de nossos pecados.

Jovens, porque você acha que o Senhor te escolheu? Ele te escolheu por que você é forte, pois, ao chegar à velhice haverá muitas limitações físicas que o impedirão a fazer a obra. Todos nós fomos chamados para fazer a diferença, mas temos vivido estagnados sabe por quê? Porque temos descuidado da casa do Senhor, temos dado mais prioridade a nossa vontade do que com a vontade do Pai para nossas vidas.

Quantos estão sedentos precisando de uma palavra de vida, uma palavra de edificação nesta hora onde nós estamos? O que temos feito para levar a palavra? Queremos apenas um evangelho de direitos, mas nenhum dever, não estamos nem um pouco preocupados com as almas que tem perecido.

Será que a cruz que o Senhor Jesus carregou por nós foi fácil? Com certeza não, naquela época morte de cruz era a forma mais humilhante para um ser humano, mas o Senhor suportou tudo por amor a nós. Precisamos nos dispor, ajudar a reconstruir o templo, mas não é somente o templo físico que precisa de reparos, mas o nosso corpo que é templo de habitação e morada do Espírito Santo de Deus. Nós fomos chamados para fazer a diferença, somos chamados de sal da terra e luz do mundo.

O profeta Ageu fez um chamado para o arrependimento, fez com que aquele povo se lembrasse do passado, lembrassem do que a geração passada sofreu, por ter abandonado o templo do Senhor e foram duramente castigados por Deus, e aquele povo estava seguindo o mesmo caminho, mas Deus em sua infinita misericórdia estava dando uma segunda chance aquele povo, para que se arrependessem e voltasse aos caminhos do Senhor.

"O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução." (Provérbios 1: 7)

Os nossos pecados nos separam de Deus, e obrigam a Deus a nos corrigir, estamos neste mundo, mas não pertencemos a ele. Muitas vezes estamos na igreja de corpo presente, mas nossos pensamentos estão muito longe da presença do Senhor.

"Guarda o teu pé, quando entrares na casa de Deus; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal." (Eclesiastes 5: 1)

Deus sonda o nosso coração, Ele não se deixa escarnecer, tudo o que o homem plantar, ele irá colher. Pense na sua responsabilidade ao sair de casa para ir à igreja, pense o que te traz a igreja? Será que não é apenas para encontrar alguns amigos?

"Porque assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda uma vez, daqui a pouco, farei tremer os céus e a terra, o mar e a terra seca; E farei tremer todas as nações, e virão coisas preciosas de todas as nações, e encherei esta casa de glória, diz o SENHOR dos Exércitos. Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o SENHOR dos Exércitos. A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o SENHOR dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o SENHOR dos Exércitos." (Ageu 2: 6 a 9)

Nós temos que entender que o propósito de Deus para nossas vidas, crente que é crente não brinca, o seu coração está voltado para Cristo.

Desapertai, o tempo é curto o Senhor está voltando, muitos dizem que estão cansados de ouvir isto, mas para muitos Ele pode voltar a qualquer momento, pois, nós nunca paramos para pensar na morte, e quando ela chegar, muitos não tem a certeza da salvação.

Jesus disse: “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.” (João 14: 12)

Mas então porque não vemos esses milagres? Por falta compromisso, consagração, santidade não queremos ter uma vida no altar de Deus, não estamos dispostos a mudar a nos doar para a obra.

Quando nós disponibilizamos o nosso tempo, a nossa vida para Deus, Ele tem prazer em nos abençoar, para Ele mudar a nossa história basta um piscar de olhos, Ele tem o melhor para nos oferecer.

Aquele povo passou setenta anos no cativeiro, e nós quanto tempo iremos padecer, precisamos tomar uma atitude diante de Deus. Qual o pai que não tem prazer em agraciar um filho com um presente? Da mesma maneira é Deus.

Jacó quando agarrou o anjo e lutou ele necessitava de uma mudança, estava determinado a só largar o anjo quando recebesse a benção. Jacó teve atitude, ele queria uma mudança na sua história.

É preciso renunciar nossas iniqüidades, a idolatria, a prostituição, abrir mão dos pecados de estimação que há muitos anos estão sendo cultivados, liberte-se deles e viva uma nova história.

Muitas vezes estamos amarrados ao eu dos nossos sonhos e temos colocado o Senhor em último plano quando na verdade Ele tem que estar em primeiro lugar em nossas vidas, não há outro caminho a não ser o do Senhor, não adianta tentar pegar atalhos.

"Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." (Tiago 4: 4 parte b)

Com Deus não há como negociar, ou aceitamos este caminho ou é melhor voltar para o mundo, assumindo uma condenação consciente, pois, o julgamento destes será pior, pois, são conhecedores. Escreva hoje mesmo uma nova história com Deus. Pense nisso!!!

21 de fevereiro de 2011

EXEMPLO DE OBEDIÊNCIA

"De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus; Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus; Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra; E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o SENHOR, para glória de Deus Pai." (Filipenses 2: 5 a 11)

A fé vem pelo ouvir e a palavra de Deus, à medida que vamos dando espaço para Deus passamos a ouvir a voz do Espírito Santo de Deus, Ele vai nos orientando e a partir daí nós começamos a ter experiências com Deus através da obediência. Há um grande conflito de muitas pessoas por não entenderem os propósitos de Deus, tais pessoas estão perdidas e sem visão.

Jesus foi um grande exemplo de obediência, pois, Ele mesmo sendo Deus, esvaziou-se de si mesmo, de toda a Sua glória e se humilhou tornando-se obediente até a morte e não foi qualquer morte, foi morte de cruz.

Ele recebeu uma ordem, morrer em prol da humanidade que estava perdida em meio a tanto pecado. Quando Ele estava orando no Getsemani naquela ora Ele poderia desistir de tudo e nem por isso Ele deixaria de ser Deus, ninguém poderia questioná-lo, Ele é Deus e soberano, mas, Ele fez cumprir a vontade do Pai.

"E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres." (Mateus 26: 39)

Não adianta jejuar e orar se não formos obedientes, muitas pessoas pensam que através de sacrifícios tolos poderão barganhar com Deus alguma benção, mas não é isso que o Senhor espera de nós o que Ele espera de nós é que sejamos obedientes e sinceros na presença Dele.

Nós falamos muito em obediência, mas muitos não conseguem viver isso, Deus trocou o ato do sacrifício no antigo testamento pela obediência de Jesus no novo testamento, abrindo o caminho para que o homem se aproximasse de Deus.

No ministério de Jesus a maior parte do tempo Ele esteve a ensinar o povo a obedecer a Deus. Hoje vemos as igrejas ensinando teorias de cura, prosperidade e estão perdendo a verdadeira identidade de Cristo. Nós devemos ser sinceros e colocar a mão na consciência e analisar nossas atitudes, pois, naquele grande dia o Senhor irá julgar a todos nós.

Quando obedecemos à palavra de Deus estamos edificando nossas vidas, aquele que obedece pode vir os ventos que vierem, mas ele não se iludirá, pois, ele está firmado em Jesus, ele vive em novidade de vida, ainda que venha a tempestade contra nossas vidas.

"E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;" (Mateus 7: 24 e 25)

Quando nós fazemos à vontade do Pai, Ele é quem nos justifica diante de nossos inimigos, somos considerados o sal da terra e luz deste mundo, ou seja, nós somos e fazemos à diferença neste mundo.

“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;” (Mateus 5: 14 e 15)

A obediência nos leva a amar o próximo, mas existem pessoas que são difíceis, sendo necessário muita oração, se nós estamos seguindo a Deus, é necessário que sejamos submissos a sua vontade obedecendo a sua palavra.

Precisamos orar por aqueles que nos perseguem isso é obediência, para nós amarmos as pessoas que fazem parte da nossa vida é muito fácil, pois, já estão inseridos em um cenário muito familiar, e neste caso não faz a menor diferença. Seja um cristão verdadeiro, se preciso for engula até sapos.

"Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão." (Provérbios 17: 17)

Paulo afirma que devemos levar o fardo uns dos outros, este é um princípio de obediência. Jesus andou com os doze apóstolos cada um tinha seus defeitos, qualidades e características, mas nem por isso ele tentou mudar o caráter de cada um impondo a sua vontade.

"Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos." (Zacarias 4: 6 parte b)

Existem pessoas que dizem: “eu nasci assim e vou morrer assim”, outras pessoas dizem: “se Deus não me mudar...”, irmãos precisamos entender que Deus nos deu o livre arbítrio e aquilo que é dever nosso de fazer, Deus não fará por nós, Ele só entrará em nossa causa, quando esta for impossível aos nossos olhos, mas até para isso existe a condição de que devemos apresentar em oração, o caminho é estreito é necessário abrir mão do velho homem obedecendo e se humilhando diante de Deus.

Outro exemplo de obediência é a solidariedade para com o nosso próximo, ajudá-lo sem querer nada em troca, sem querer se aparecer mostrando a todos que foi você quem ajudou o fulano e que se ele está de pé, é porque você o ajudou. O que nós fizermos tem que ser com amor e por amor, se possível for ajude em oculto, não queira a glória de algum feito, pois, o único digno de toda a honra e toda a glória é o Senhor.

"GUARDAI-VOS de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles; aliás, não tereis galardão junto de vosso Pai, que está nos céus. Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita;" (Mateus 6: 1 a 3)

Em nossa vida devemos ter apenas um Senhor, um único Deus, Deus não divide a sua glória com ninguém. Mas em nosso meio existem muitas pessoas que tem feito de deus, outros deuses. Mas como assim?

Por exemplo: auando a pessoa possui um relacionamento, e que este acaba, para ela a sua vida está acabada, ela sente-se só, vazia. Mas porque tudo isso, porque o coração dela, não estava no Senhor, mas sim, no companheiro (a) e isso é colocar outro deus no lugar do grande Deus.

"Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração." (Mateus 6: 21)

O nosso verdadeiro tesouro está nos céus, onde estiver o seu coração ali, estará o seu tesouro, as pessoas têm se tornado muito egoístas e materialistas. Muitos quando entram na presença do Senhor querem fazer barganhas com Deus pedem algo oferecendo outra coisa em troca. Muitos de nós só queremos nos envolver com algo que nos interessa que nos dará algum retorno, e se este for financeiro melhor ainda.

Existem situações em nossas vidas que muitas vezes deixamos Deus de lado, e desejamos viver aquilo que nos dá prazer, vontade. Precisamos reavaliar nossas vidas e descobrir verdadeiramente quem é, e quem tem sido Deus em nossas vidas.

"Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros." (I Samuel 15: 22 parte b)

Para obtermos o favor de Deus em nossas vidas e necessário esforço, é melhor obedecer do que sacrificar, muitas vezes perecemos por não darmos ouvidos a voz de Deus e depois queremos culpá-Lo por nossos fracassos e frustrações. Está na hora de mudarmos nossos conceitos e dar mais ouvidos a voz de Deus. Pense nisso!

20/02/11 Culto de Celebração

Pr. Cláudio

Exemplo de Obediência

SE EU APENAS TE TOCAR...

"E certa mulher que, havia doze anos, tinha um fluxo de sangue; E que havia padecido muito com muitos médicos, e despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo a pior; Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste. Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei. E logo se lhe secou a fonte do seu sangue; e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal. E logo Jesus, conhecendo que a virtude de si mesmo saíra, voltou-se para a multidão, e disse: Quem tocou nas minhas vestes? E disseram-lhe os seus discípulos: Vês que a multidão te aperta, e dizes: Quem me tocou? E ele olhava em redor, para ver a que isto fizera. Então a mulher, que sabia o que lhe tinha acontecido, temendo e tremendo, aproximou-se, e prostrou-se diante dele, e disse-lhe toda a verdade. E ele lhe disse: Filha, a tua fé te salvou; vai em paz, e sê curada deste teu mal." (Marcos 5: 25 a 31)

A Bíblia nos conta a história de uma mulher que há doze anos sofria com um fluxo de sangue, naquele tempo o povo judeu era muito obediente e temente à palavra de Deus, e vemos que naquele tempo a mulher era considerada impura quando estava no período seu período de menstrual.

"Mas a mulher, quando tiver fluxo, e o seu fluxo de sangue estiver na sua carne, estará sete dias na sua separação, e qualquer que a tocar, será imundo até à tarde. E tudo aquilo sobre o que ela se deitar durante a sua separação, será imundo; e tudo sobre o que se assentar, será imundo." (Levítico 15: 19 e 20)

Imaginem que o fluxo normal de uma mulher era de aproximadamente sete dias, ela pela Lei era obrigada a afastar-se de sua família, pois, era considerada imunda, agora imaginem a situação daquela mulher que estava a doze anos sendo repudiada pela família, amigos e todos que a conheciam, diante disto podemos imaginar o tamanho do sofrimento daquela mulher, pois, para ela não parecia mais ter jeito, mas a Bíblia relata que ela havia gastado tudo o que tinha com médicos, mas não encontrou a cura esperada.

Mas e hoje, qual o seu fluxo de sangue? Será que de repente não é aquele marido que quando chega em casa nem se quer olha para você, te trata com tanta indiferença que a televisão é mais importante do que você?

Hoje essa é uma realidade muitas mulheres estão sendo maltratadas por seus companheiros no dia-a-dia com o esquecimento, o descaso e muitas não se dão conta disso, pois, já se acostumaram com isso, muitas se culpam achando que estão gorda, feia, estão perdendo a sua própria identidade.

Algumas até tentam buscar conselhos com amigas que nada têm de bom para oferecer, ao invés de indicarem o único a qual pode mudar aquele quadro que é o Senhor Jesus, elas simplesmente dão uma verdadeira injeção de destruição naquele lar que já está em ruínas incentivando aquela mulher a buscar em um amante a solução dos problemas. Irmãs, aquela mulher do fluxo de sangue também procurou por uma alternativa, procurou vários médicos e gastou tudo quanto tinha, mas não resolveu, pois, a sua imundice já durava cerca de doze anos.

Jesus veio para nos libertar dos nossos pecados, para nos dar vida e vida em abundância. Deixe o Senhor te curar do seu fluxo.

"Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele o fará." (Salmos 37: 5)

É preciso confiar e entregar isso é uma atitude de fé, naquele dia havia uma grande multidão, aquela mulher não olhou a circunstancia, ela simplesmente rompeu a multidão e tocou as vestes de Jesus.

Quando aquela mulher soube que por ali passaria o médico dos médicos, ela encheu-se de fé e coragem ela creu e determinou que se apenas ela tocasse nas vestes do Mestre seria curada, ela viu Nele a única chance de se ver livre de sua vergonha. Mas ela também sabia que corria um risco muito grande, pois, se alguém soubesse que ela estava em seu período de fluxo, ela poderia sofrer alguma punição por estar no meio da multidão, mas ela não teve medo, ela revestiu-se de coragem e determinação e apenas tocou as vestes do Senhor. Ao ser tocado Jesus questionou:

“...Quem me tocou?” (Marcos 5: 30 parte b)

Naquele momento certamente ela teve medo, reconheceu que havia sido ela e contou-lhe a sua história, após ouvi-la Jesus não a condenou por sua atitude, Ele apenas disse:

“Filha a tua fé te salvou...” (Marcos 5: 34)

Hoje se levante na autoridade do Espírito e rompa a multidão da sua vida, seja ela qual for. Jesus hoje lhe pergunta quem me tocou? Toque no Senhor Jesus de maneira diferente, porque não basta apenas tocar é preciso tirar poder e virtude, mas para isso é necessário fazer a diferença não apenas em palavras, mas nas atitudes.

Somente através de um toque em Jesus que a sua cura, a porta aberta, a libertação do seu marido, a benção no seu lar acontecerá.

Aquela mulher era uma mulher assim como eu e você, sujeita a doenças e pronta a gastar tudo o que tinha para obter a sua cura. Muitas vezes nos sentimos fracas e desencorajadas porque procuramos resolver tudo com as nossas próprias forças, chegamos ao ponto de perdemos as esperanças em Deus. Tem de bom ânimo, tome uma atitude de fé, pois, as nossas atitudes traçarão nossos caminhos.

Abigail foi uma mulher sábia e de atitude, sua forma de agir com seu marido Nabal que era insensato, tolo e sem nenhuma sabedoria fez a diferença. Por causa da dureza no coração de seu marido, após recusar diversas vezes a ajudar ao rei Davi e seus companheiros, chegou a colocar em risco a própria vida e a de sua família. Mas ao tomar ciência de que o rei estava se levantando para destruir sua família, ela foi ao encontro de Davi, mas não foi de qualquer maneira, levou o melhor que havia em sua casa para oferecer ao rei e interceder por sua família e seu marido, apesar de ele não ser merecedor, ela se dispôs a interceder por sua família e seu marido.

"Vendo, pois, Abigail a Davi, apressou-se, e desceu do jumento, e prostrou-se sobre o seu rosto diante de Davi, e se inclinou à terra. E lançou-se a seus pés, e disse: Ah, senhor meu, minha seja a transgressão; deixa, pois, falar a tua serva aos teus ouvidos, e ouve as palavras da tua serva. Meu senhor, agora não faça este homem vil, a saber, Nabal, impressão no seu coração, porque tal é ele qual é o seu nome. Nabal é o seu nome, e a loucura está com ele, e eu, tua serva, não vi os moços de meu senhor, que enviaste. Agora, pois, meu senhor, vive o SENHOR, e vive a tua alma, que o SENHOR te impediu de vires com sangue, e de que a tua mão te salvasse; e, agora, tais quais Nabal sejam os teus inimigos e os que procuram mal contra o meu senhor. E agora este é o presente que trouxe a tua serva a meu senhor; seja dado aos moços que seguem ao meu senhor. Perdoa, pois, à tua serva esta transgressão, porque certamente fará o SENHOR casa firme a meu senhor, porque meu senhor guerreia as guerras do SENHOR, e não se tem achado mal em ti por todos os teus dias;" (I Samuel 25: 23 a 28)

Quantas mulheres tem agido como Nabal, sem sabedoria em seus lares, com seus filhos, outras até são cristãs conhecedoras da verdade que cura e liberta, mas tem usado seus lábios de forma impura amaldiçoado a seus filhos e a seu marido. Irmãs, vocês que estão grávidas aproveite este momento e comece desde já a apresentar seu filho a Deus, ensine a ele as virtudes de Deus, use a sua autoridade de mãe para abençoar e não para amaldiçoar. Deus nos deu poder para abençoar as vidas e proferir sobre elas as maravilhas de Deus, então seja uma agente abençoadora use a força que você tem para abençoar.

"Mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal. Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim." (Tiago 3: 9)

"Não falarão os meus lábios iniqüidade, nem a minha língua pronunciará engano." (Jó 27: 4)

A palavra nos orienta a vigiar e orar, então seja sábia, a atitude do cristão é de fazer a diferença através do poder da oração. Então vamos nos revestir desta poderosa arma que é a oração e mudar a história de nossas vidas, dobre os joelhos se humilhe na presença de Deus.

Mulher tu que choras com um enorme vazio na alma, saiba que o Senhor é contigo e Ele tem colhido as tuas lágrimas, e assim como Ele foi com aquela mulher do fluxo de sangue, que a curou quando ela tomou a atitude de tocá-Lo, como fez com Abigail que após uma atitude de se humilhar perante o rei e este poupou a sua família, entre na presença de Deus com atitude, ousadia e humilhe-se, diante Dele, pois, Ele não está indiferente a sua oração. Pense nisso!

2º Encontro: Damas da Graça

Preletora: Obreira Catia 18/02/11

17 de fevereiro de 2011

O VALOR DA OBEDIÊNCIA

"E ACONTECEU que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré; E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes. E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão. E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede. E, fazendo. E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique." (Lucas 5: 1 - 7)

Este texto fala de um dos maiores milagres relatados na Bíblia Sagrada, Lucas na verdade não era um dos doze apóstolos escolhido por Jesus, mas sim um discípulo e um dos maiores teólogos, pois, todos os relatos foram adquiridos através de pesquisas, ouvindo os testemunhos de Maria, mãe de Cristo, dos discípulos, dos apóstolos e das demais pessoas que O conheceram. Ele pessoalmente não presenciou nada, porém, quem lhe contou as histórias, foi muito preciso e detalhista, acompanhou a Paulo até ao seu martírio.

Lucas conta que estava à beira do lago Genesaré onde havia uma grande multidão quando viram dois barcos na praia e os pescadores lavando suas redes, quando Jesus escolheu o barco de Pedro. Hoje esta palavra é para nós, pois, Jesus nos escolheu para ouvir e não é atoa, pois, se permitires Ele subirá em nosso barco.

Naquela ocasião Pedro havia passado à noite toda tentando realizar sua pesca como de costume, porém, nada conseguiu, mas Jesus lhe disse para voltar e lançar a rede, então Pedro tira o barco da areia e volta ao mar.

O que há de mais nisto? Muita coisa, pois, lugar de barco não é na praia, pois, as fortes ondas poderão destruí-lo, assim como o barco, nossa vida não pode estar estagnada, não podemos ficar parados, pois, Deus não tomará a nossa frente tomando as atitudes a qual deveríamos tomar e não tomamos. Para Deus realizar um milagre em nossas vidas, é necessário que, nós venhamos fazer a nossa parte, porque nós iniciamos e Ele irá finalizar a obra. Precisamos tomar atitude, pois, Deus já mais irá ficar falando o que devemos ou não fazer se na maioria das vezes nós temos plena consciência do que devemos fazer.

Muitos acham que ser cristão é ter em mãos uma lâmpada mágica que após esfregá-la ela nos dará o direito a realizar três pedidos. Deus não é esse gênio da lâmpada, Ele é o Senhor dos Senhores, Ele faz quando quer, e nem sempre fará da forma a qual desejamos.

Davi foi exemplo disto, pois quando pecou com Bete-Seba, onde ela concebeu seu filho e este veio a falecer, porém, antes disto, Davi orou, jejuou, clamou a Deus pela vida daquela criança, porém Deus não respondeu a sua oração.

Então qual tem sido a nossa reação quando Deus nos diz não? Muitos saem da igreja e se rebelam contra o evangelho. Precisamos compreender que diante da soberania de Deus Ele faz quando quer, mas também é necessário que tomemos uma atitude diante Dele.

Quando Jesus disse a Pedro que retornasse ao mar, pois, o mesmo encontrava-se na praia, Jesus nos mostra que Ele não quer ver nosso barco destruído. Pedro voltou ao alto mar, precisamos entender que para termos grandes experiências com Deus é necessário gerar uma comunhão e para ter comunhão é necessário ouvir a voz de Deus sem questioná-lo.

Quando Deus nos manda, é porque Ele nos conhece, Ele conhece nossa estrutura e sabe até onde nós podemos agüentar.

"Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão." (Isaías 40: 31)

Deus quer nos dar novas experiências, então lance sua rede ao mar! Jesus disse a Pedro lança a rede para o lado direito. Se Deus mandar faça, obedeça!

Precisamos aprender a confiar em Deus se Ele falou entenda você não precisa ver para crer, na verdade para viver um milagre é preciso crer para ver.

Em Caná durante uma festa de casamento onde o vinho havia acabado, Maria pediu que fizessem tudo o que Jesus ordenasse, e Este pediu que fosse preparadas seis talhas com água, aqueles que foram preparar as talhas levavam apenas água mas quando os anfitriões foram tomar, eles não tomaram uma simples água, eles beberam o melhor vinho.

"Disse-lhes Jesus: Enchei de água essas talhas. E encheram-nas até em cima. E disse-lhes: Tirai agora, e levai ao mestre-sala. E levaram. E, logo que o mestre-sala provou a água feita vinho (não sabendo de onde viera, se bem que o sabiam os serventes que tinham tirado a água), chamou o mestre-sala ao esposo;" (João 2: 7 a 9)

A grande multidão que estava à beira da praia, certamente não acreditava naquela nova tentativa de pesca, mas pela obediência Pedro lançou a rede e quando foi retirá-la ela não estava vazia, mas estava cheia como nunca havia visto antes.

O que podemos aprender com isso? Se queremos viver as maravilhas de Deus e milagres grandiosos em nossas vidas precisamos obedecer, pois, nossa atitude e nossa obediência trará a existência o impossível.

Pedro teve que pedir ajuda para tirar a rede, pois, a fartura a qual Deus o havia submetido era muito grande. Então vamos nos preparar para viver as maravilhas de Deus, e aquela multidão que está à beira da praia irá contemplar o milagre me nossas vidas.

Se obedecermos, Deus fará o milagre, se estivermos com Deus, Ele estará conosco. Toda ação gera uma reação.

"Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes." (Jeremias 33: 3)

“Jeremias clama a mim...”, isto gera uma ação. “...responder-te-ei...”, isto gera uma ação;

"Sucedeu que, no momento de ser oferecido o sacrifício da tarde, o profeta Elias se aproximou, e disse: Ó SENHOR Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, manifeste-se hoje que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e que conforme à tua palavra fiz todas estas coisas. Responde-me, SENHOR, responde-me, para que este povo conheça que tu és o SENHOR Deus, e que tu fizeste voltar o seu coração. Então caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e o pó, e ainda lambeu a água que estava no rego." (I Reis 18: 36 a 38)

Elias pediu que Deus se manifestasse, ação. “Então caiu o fogo...”, reação;

É preciso crer que Deus vai fazer quando nós tomarmos uma atitude e sairmos da mesmice.

"Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou." (Romanos 8: 37)

Nós somos os únicos que entramos em uma peleja mais que vencedores, nós não somos qualquer um, nós somos filhos do grande e poderoso Deus, portanto mais que vencedores, a menina dos olhos de Deus, então se levante e tome uma atitude!

O que precisamos? Precisamos ser determinados, só assim nossa vida vai mudar, quando fizermos aquilo que Deus quer para nossas vidas.

Marta disse: “Senhor se Tu tivesses aqui Lázaro não teria morrido...”, mas Jesus queria ir ver seu amigo, porém, Marta mais diz que o defunto é de quatro dias e que já cheira mal. Jesus apenas ordenou que tirassem à pedra.

Existem áreas em nossas vidas a qual não queremos que Ele nos visite, deixe Deus entrar onde Ele desejar, pois, Ele conhece todas as nossas limitações e se hoje Ele veio lhe visitar, abra a porta e deixe-O entrar. Só Ele sabe o quanto já choramos, não vamos deixar que uma pedra nos afaste de Seu infinito amor, Ele não quer uma pedra em nosso caminho, Ele quer retirar para resolver a situação.

Se desejamos um ano de vitórias, precisamos tomar algumas atitudes verdadeiras, não vamos deixar nos iludir com falsos pensamentos de que somos fracos.

"Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte." (II Coríntios 12: 10)

Queremos vitória? Então sejamos obedientes, façamos o que Deus tem nos pedido, nos rendendo à Sua vontade.

Preletor: Pr. Esmair - RJ 16/02/2011

14 de fevereiro de 2011

Como está seu relacionamento com Deus?

Após a expulsão do homem do jardim o Édem, vimos que poucos homens mostraram-se temente a Deus, a iniqüidade estava por toda a parte e Deus em sua infinita graça sem motivos amou a este mundo de tal maneira que foi capaz de doar o seu único filho para que morresse por todos nós. A terra estava enferma, mas mesmo assim Deus fez com que o seu filho habitasse entre nós.

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus." (João 1: 1)

Através da morte e ressurreição de Cristo, tivemos livre acesso ao Pai o que através deste sacrifício nós nos tornamos fruto deste imenso amor de Deus para conosco. Jesus não veio apenas para transformar este mundo, Ele veio nos trazer vida, libertação e salvação e nos deixou uma promessa que voltará para nos buscar.

"Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também." (João 14: 2 e 3)

Nos dias de hoje temos visto que a igreja tem perdido a identidade, a qualquer momento o Senhor voltará para buscar a sua igreja lavada e remida no Seu sangue. Temos visto guerras, terremotos, maremotos assolando as nações, doenças que a medicina não consegue encontrar a cura e na verdade tudo isso é o cumprimento da Palavra de Deus, pois, os dias da igreja estão contados. Quantos são os lares destruídos, filhos não respeitam os pais, homens amantes de si mesmo a podridão tem tomado conta desse mundo.

E a igreja? A igreja deveria ser o sal da Terra, mas o mundanismo tem entrado nas igrejas e as pessoas têm perdido o foco do corpo e do sangue de Cristo, e tem usado a igreja como refúgio, uma espécie de amuleto ou auto-ajuda para os problemas.

"Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens." (Mateus 5: 13)

Na trajetória de Noé, nós vimos que o tempo todo ele esteve a advertir aquele povo que se convertesse de seus maus caminhos, pois, o Senhor viria para destruir a todos em um dilúvio, mas aquele povo já estava tão doente com tanta iniqüidade que duvidou e pagou para ver a ira de Deus.

"Então disse Deus a Noé: O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra." (Gênesis 6: 13)

Nicodemos, foi um fariseu, membro do Sinédrio, mestre na Lei, mas ao questionar o Senhor Jesus o que fazer para herdar o reino dos céus o Senhor que conhecia o coração daquele homem via nele apenas uma capa de religiosidade, não via sinceridade no que Nicodemos pregava, então o Senhor disse que era necessário nascer de novo, mas este nascimento era um nascimento do Espírito, era necessário que fosse sepultado o velho homem que vivia das aparências para que surgisse um novo homem lavado e remido.

"Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. (João 3: 3 a 6)

A religiosidade não salva ninguém é preciso renunciar a si mesmo negando nossa carne todos os dias.

"Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim." (Gálatas 2: 20)

Diante disto como tem sido nossas atitudes? Muitos até oram, mas não praticam o que Jesus ensinou. Temos perdido as características do amor, do respeito e principalmente da santidade que nada mais é que uma constante evolução, mas para alcançarmos a santidade é necessário estar alicerçados na palavra ser conhecedor, mas também praticante, precisamos deixar a síndrome de Nicodemos em nossas vidas.

Estamos vivendo em um verdadeiro colapso na igreja com tantas pessoas relaxadas, tortas na obra, com tantas desculpas. Nos tempos de Paulo, Timóteo, Pedro e tantos outros apóstolos e missionários eles pagavam um preço muito alto, por ser fiel a Deus, por levar o verdadeiro e genuíno evangelho e esse preço era pago com a própria vida.

E hoje cadê a essência da igreja? Infelizmente muitas igrejas não têm o perfil da igreja de Filadélfia, por ter conservado as características de Cristo, muitas tem vivido a hipocrisia da igreja Laodicéia, por suas desculpas, o seu mau caráter, a falsidade, a hipocrisia. Precisamos estar alertas, pois, nossa vida é passageira, após a morte segue-se o juízo e naquele grande dia não adianta as desculpas que meu filho, minha casa, meu trabalho. Problemas todos nós temos, mas temos que entender que o nosso compromisso com Deus tem que estar acima de tudo.

Seguir ao Senhor Jesus é libertar-se de si mesmo, enquanto nós não nos libertarmos de nós mesmos nós continuaremos com deficiências diante de Deus.

"Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca." (Apocalipse 3: 15 e 16)

Temos visto muita falta de respeito, falta de reverência, quando o Senhor Jesus voltar, Ele voltará como Juiz para julgar as nações, e diante Dele muitos dirão que profetizava, curava, mas o Senhor falará apenas apartai-vos de mim.

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade." (Mateus 7: 21 a 23)

Temos visto que muitos trocam de igreja como se estivessem trocando de roupa, por não estão dispostos a se corrigirem diante do Senhor e isso é fruto de rebeldia por não querer se submeter a seu pastor, líder, obreiro, tendo compromisso verdadeiro com Deus. De Deus não se brinca e não se zomba, é preciso tomar uma posição diante de Deus.

"Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna." (Gálatas 6: 7 e 8)

O que tem de crente carregando ódio, mágoa, rancor e não está disposto a se submeter à palavra não é tão difícil encontrar por aí não.

Precisamos aprender a andar como Jesus andou crer que Ele é o único caminho, se libertar de nós mesmos, de nossos egoísmos diante disso nossas atitudes é que demonstrarão a mudança ou a velha criatura que ainda insiste em ficar.

"NÃO se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim." (João 14: 1)

Não vai demorar muito tempo e a igreja vai ser tirada da Terra, mas as questões que podem fazer a diferença nas nossas vidas para fazer parte desta igreja resumem-se em alguns questionamentos que precisamos ser sinceros com nós mesmos:

1. Como está a nossa comunhão com Deus?

2. Quantas vezes temos orado e jejuado?

3. Será que temos sido submissos a Deus?

4. Qual a nossa posição dentro da igreja?

5. Como está a nossa fé?

6. Como nós temos visto a Deus em nossas vidas?

7. Qual o significado de Deus para nossas vidas?

8. Para que servir a Deus?

É preciso refletir sobre cada ponto destes, pois, muitos pensam que ser “crente” ou ser “evangélico” é viver de conquistas o tempo todo, mas quando a benção não chega simplesmente é hora de abandonar a igreja, isso só acontece porque a fé não está firmada na rocha que é Jesus.

Não podemos definir este tipo de comportamento como relacionamento com Deus, pois, um relacionamento com Deus vai muito, além disso, é preciso entender as razões com a qual Deus enviou o seu único filho para morrer por nós quando compreendemos isso nós nos libertamos do pecado.

"Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." (Mateus 6: 33)

É preciso buscar ao Senhor com sinceridade e verdade, Ele tem que ser a coluna de sustentação das nossas vidas. É fundamental que tenhamos um verdadeiro compromisso com Deus e estejamos dispostos a nos envolver com Sua obra.

13/02/11 Culto de Celebração

Pr. Cláudio