Translate

25 de janeiro de 2011

A BEIRA DO CAMINHO

O cego Bartimeu estava sentado “a beira do caminho”, ele não estava “no caminho”, quando ele ouvir falar que o Mestre passaria por aquele caminho, a qual ele vivia a pedir esmolas e dependia da ajuda dos outros para que ele pudesse chegar a algum lugar, ele tomou a atitude de gritar em alta voz: “Jesus filho de Davi...”, mesmo em meio aquela multidão ele não se deixou intimidar pela situação, ele gritava cada vez mais alto para chamar a atenção do Mestre. Após ter chamado a atenção do Mestre, logo ele foi chamado para estar face a face com o Senhor Jesus, ele lançou sua capa, levantou-se, pois, sabia bem o que queria e quando o Senhor perguntou o que queres que eu te faça? A resposta foi imediata "que eu volte a vê" Depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando. "E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. E muitos o repreendiam, E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama. E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus. (Marcos 10: 46 a 5 )" E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista. Nesta passagem podemos tirar alguns princípios: 1º - Um cego a beira do caminho: é uma pessoa desprotegida, solitária totalmente dependente do favor dos outros, mas Jesus é o caminho. Quando Deus chamou Josué Ele o orientou que meditasse na palavra não olhasse nem para a esquerda nem para a direita. "Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares. (Josué 1: 7)" Mas uma pessoa cega e a beira do caminho, ela não consegue acompanhar as pessoas que estão no caminho, pois, ela caminha sem direção, devido a sua limitação da visão. Quantas pessoas estão na igreja a beira do caminho, em meio a multidão tentando pegar um atalho aqui, outro ali sem ter a proteção de Deus? 2º - Lançar fora a capa: Quantas pessoas estão escondidas debaixo de uma capa com a família destruída por dentro e por cima da capa, demonstram ser o exemplo da perfeição? Essas pessoas carregam dentro de si as capas das argumentações, desculpas, mágoas, trazem feridas que já mais cicatrizam. Para essas pessoas todos são falsos, quando na verdade a falsidade está dentro dela mesma. Outros carregam a capa da religiosidade, trocam as vestes, mas as suas atitudes continuam as mesmas, na verdade o coração não foi transformado, a sua conduta mostra que elas não são o que aparentam ser demonstrando que tem saudade do pecado, desta forma ela prova que não nasceram de novo, pois, aquele que verdadeiramente nasceu de novo, foi transformado e liberto e naturalmente fluirão rios de águas vivas. "Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. (João 7: 38)" Existe uma lenda que um lobo desejava ser ovelha, sua cabeça lhe dizia que devia viver como ovelha porque esse era o melhor estilo de vida, mas sua natureza era de lobo e queria constantemente fazer o que os lobos faziam. Então um dia ele vestiu-se de ovelha e passou a viver com as ovelhas, quando elas se distraiam o lobo se afastava e vivia como lobo. Depois voltava, tomava a roupa de ovelha e continuava a viver com elas. Aquele lobo nunca poderia ser feliz sendo lobo e tentando viver como ovelha. Era necessário um milagre: O milagre da conversão. Ele precisava ser convertido de lobo em ovelha. Quantos lobos existem dentro da igreja? Quantos falam como crente, dão a paz do Senhor, mas quando passam da porta para fora da igreja bebem, se prostituem, fazem tudo o que uma pessoa mundana e sem temor a Deus é capaz de fazer. Sabe por que esse tipo de coisa acontece? Porque tais pessoas amam mais as práticas do mundo do que da igreja. Não brinque de ser servo de Deus, pois, o diabo não brinca de ser diabo e quando você acordar de tudo isso estará na lama, pois, está à beira do caminho. Paulo cita que muitos têm crucificado a Deus voltando às velhas práticas. 3º - Saber o que queremos: Bartimeu sabia o que queria. E você sabe o que quer para a sua vida? Quando aquele cego se aproximou de Jesus ele não desejou bens materiais embora vivesse de esmolas, ele apenas desejava enxergar. Quantos cegos espirituais estão precisando enxergar? Mas estes não reconhecem essa cegueira, pois, só conseguem enxergar suas necessidades materiais, pois vivem em uma “eterna escuridão”. Jesus é a luz, por onde Ele passar até as trevas serão iluminadas diante de Sua glória. "O povo, que estava assentado em trevas, Viu uma grande luz; E, aos que estavam assentados na região e sombra da morte, A luz raiou. (Mateus 4: 16) LEVANTA-TE, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do SENHOR vai nascendo sobre ti; Porque eis que as trevas cobriram a terra, e a escuridão os povos; mas sobre ti o SENHOR virá surgindo, e a sua glória se verá sobre ti." (Isaías 60: 1 e 2) O cego Bartimeu entendeu que Jesus era a sua salvação, que só Ele poderia curá-lo, Judas já via ao Senhor Jesus de maneira diferente, pois, ele cria que o reino de do Senhor era aqui na terra e Ele promoveria uma revolução ao ser preso, logo assumiria o trono de Davi, mas o reino do Senhor Jesus não era o reino material, mas sim espiritual, além disso, Ele veio para aproximar o homem da presença de Deus. Quantas pessoas estão perdidas em meio a tantas teorias, analisam versículos de forma isolada e dão a interpretação à palavra de Deus da forma que bem querem. É necessário quebrar essas teorias e firmar um compromisso com o único e verdadeiro Deus. Enquanto muitos permanecem em sua cegueira, estes como Judas estão a caminho de sua própria forca. Pedro disse ao Senhor que já mais o negaria, apesar de tudo ele O negou por três vezes, mas nem por isso Jesus o abandonou, ao contrário pediu que ele apascentasse Suas ovelhas. Jesus não faz acepção de pessoas, isso só acontece quando estamos cegos, à beira do caminho e fazendo uso da capa. Deus compara o seu infinito amor por nós ao amor de uma mãe. "Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei; os teus muros estão continuamente diante de mim. "(Isaías 49: 15) Quantas famílias estão destruídas? O maior patrimônio que uma pessoa pode possuir é ter uma família estruturada na presença de Deus. A parábola do filho pródigo conta a história de um pai que tinha dois filhos, mas um desejou afastar-se e ir para longe, quantas noites este pai não chorou por seu filho? Mas no dia em que ele voltou houve festa, pois, o maior patrimônio daquela família não eram os bens materiais, mas sim a comunhão que juntos gozavam. 4º - Humilhar-nos na presença de Deus: nós não somos cegos fisicamente como Bartimeu, mas nos encontramos como cegos espirituais. Hoje temos a oportunidade de chorar, nos humilhar diante da presença de Deus, assim como Bartimeu fez clamando: “filho de Davi, tem compaixão de mim...”. A resposta de Jesus foi imediata: “... chamai-o...”. Hoje Ele te chama para uma vida em abundância, uma vida de transformação. Talvez você não tenha palavras apenas lágrimas, mas Deus entende as suas lágrimas. É preciso compreender que da maneira a qual muitos estão vivendo não será possível entrar nas portas da Nova Jerusalém, mas ainda há tempo de arrepender-se sepultar o velho homem que está à beira do caminho para entrar no caminho que nos conduz a salvação. Precisamos entender que nos céus não é possível entrar de qualquer maneira, podemos até argumentar com o pastor, o obreiro, o seu líder, mas com Deus não, pois, somente Ele nos conhece e poderá nos provar que estamos errados. "Porque qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas, qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do evangelho, esse a salvará. "(Marcos 8: 35)
Culto de Celebração 23/01/11 Preletor: Pr. Cláudio

Nenhum comentário: