Translate

15 de fevereiro de 2018

Esperança em Jesus


Pr. Cláudio Ferreira
Culto de Santa Ceia 04/02/2018
"E, passado o sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo. E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro, de manhã cedo, ao nascer do sol. E diziam umas às outras: Quem nos revolverá a pedra da porta do sepulcro? E, olhando, viram que já a pedra estava revolvida; e era ela muito grande. E, entrando no sepulcro, viram um jovem assentado à direita, vestido de uma roupa comprida, branca; e ficaram espantadas.  Ele, porém, disse-lhes: Não vos assusteis; buscais a Jesus Nazareno, que foi crucificado; já ressuscitou, não está aqui; eis aqui o lugar onde o puseram. Mas ide, dizei a seus discípulos, e a Pedro, que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis, como ele vos disse." (Marcos 16: 1 a 7)
A melhor coisa que pode acontecer na vida de uma pessoa além do sucesso profissional é ser compreendido por alguém,  ou ter alguém de confiança que lhe traga uma palavra de ânimo para ajudar a vencer as dificuldades.
Quando alguém é desprezado e não há alguém que possa lhe estender a mão dificilmente essa pessoa consegue se reerguer. Quando perdemos um bem material, nós podemos trabalhar e conquistar outro, mas quando somos desenganados da vida, nós perdemos tudo.
Jesus veio resgatar o desprezado, o perdido, as prostitutas,  o ladrão,  o órfão,  a viúva,  foi para essas pessoas que Jesus se manifestou para essas pessoas que precisavam de uma mudança em suas vias, elas encontraram Jesus o verdadeiro sentido da vida.
Em Betestada havia um homem que desde o seu nascimento era coxo, era uma pessoa que dependia de outras pessoas para se locomover, ele tinha perdido a esperança de ser curado, pois, quando as águas se agitavam, alguém entrava em sua frente, mas Jesus foi naquele lugar a procura daquele homem. Quanto mais a pessoa é despreza mais Jesus o abraça,  aquele homem estava sem esperança, ele não sabia mais o que fazer porque dependia de outras pessoas, Jesus não mandou ele ir num encontro, ou dar alguma coisa para ser curado, Jesus só deu uma ordem, levanta e anda! Imediatamente aquele homem sentiu as pernas e se levantou. (Meditar em João 5: 1 ao 9).
Esse mesmo Jesus foi indagado pelos doutores da lei, aqueles que determinavam quem era santo ou não, então levaram a Jesus uma mulher que foi pega em adultério e Jesus disse com simplicidade aquele que não tem pecados atire a primeira pedra,  seus acusadores deixaram as pedras e foram embora, aquela mulher ficou apenas com Jesus, e Ele lhe perguntou onde estão os seus acusadores? Vai e não pequeis mais (Meditar em João 8: 1 a 11).
O cego Bartimeu seguiu o caminho de uma multidão clamando Jesus filho de Davi tem misericórdia de mim! Jesus mandou chamar aquele cego, e perguntou o que queres que Eu te faça?  Bartimeu sem demora respondeu: “eu quero hoje ver”, e Jesus lhe respondeu: “vai a tua fé te salvou...” (Meditar em Marcos 10: 46 a 52).
E esse mesmo Jesus que estava com todos pregando, curando, libertando levando uma palavra de conforto sabia que já estava se aproximando o tempo de sua crucificação e morte para que todos tivessem livre acesso ao Pai. Jesus percebeu que o coração daqueles homens estava ficando aflito, por perder o seu mestre, aquele que ofereceu conforto, Ele foi preso e crucifixado.
Pedro decepcionado voltou a pescar, ele negou o Senhor, Pedro se distanciou dos outros apóstolos.  As mulheres ficaram inconformadas com a morte de Jesus, sentiram o vazio e a falta de Jesus em suas vidas, elas queriam ver seu mestre, elas choravam e ao chegarem ao sepulcro, viram a pedra que fechava o túmulo, estava rolada, ao entrarem no túmulo viram um jovem vestido de branco que disse a elas:
“Ele não está aqui Ele ressuscitou”. A morte não conseguiu detê-lo, Ele venceu para nos dar vida!  (Medite em Marcos 16: 1 a 8).
Talvez alguns estejam tristes, abatidos, desesperados,  sem esperança, talvez a vida não tenha mais sentido e o desespero é tamanho que algumas pessoas não sabem o que fazer como aquelas mulheres que foram ao sepulcro, aquelas mulheres foram testemunhas que a morte não venceu a Cristo, ela não pôde deter o filho do Deus, esse desespero, essa luta que alguns estão passando não são maiores que Jesus, assim como Ele venceu a morte, este mesmo Jesus tem todo o poder para resgatar essas vidas.
“Eu, eu sou aquele que vos consola; quem, pois, és tu para que temas o homem que é mortal, ou o filho do homem, que se tornará em erva?” (Isaías 51.12)
Não está fácil para ninguém, no mundo teremos aflições, mas tende bom ânimo.
Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. (Salmos 126: 5)
Aquele que planta chorando vai colher com alegria, uma nova história e naquele grande dia aquele que foi selado pelo Espírito Santo, Ele vai pegar na mão de cada um que tem a marca, o selo do Espírito Santo, o próprio Senhor Jesus será sol da nossa justiça. A igreja precisa crer se manter firme nas promessas que Ele nos fez, porque fiel e verdadeiras são as palavras do Senhor.
Nada se compara com o que Deus tem, ore, pois, vale a pena obedecer mesmo sem forca, à mulher do fluxo de sangue mesmo sem força ela foi até Jesus e foi curada. (Meditar em Lucas 8: 43 a 48). Vale a pena chorar para Deus, esperar em Deus, vale a pena perdoar.
Traz Cristo para o seu casamento, não abra mão do seu ministério,  injustiças acontecem em nossas vidas? Sim! Mas não desista, não abra mão, olhe para a cruz, ou melhor, no Getsêmani Jesus fez a oração mais difícil:
"Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua."  (Lucas 22: 42)
Porque queres desistir? Porque queres abrir mão de tudo? Não é tempo de desistir! Não é tempo de abrir mão dos sonhos e projetos! As pessoas não tem noção do que significa retroceder, desistir e parar de lutar.
Busque em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça, todos nós passamos e passaremos por autos e baixos enquanto vivermos, mas sempre devemos olhar para Cristo confiar e esperar, pois, Ele nunca falhou e nunca falhará. Pense nisso!!!

13 de fevereiro de 2018

Libertação



                                     Evangelista Nelson
"E navegaram para a terra dos gadarenos, que está defronte da Galiléia. E, quando desceu para terra, saiu-lhe ao encontro, vindo da cidade, um homem que desde muito tempo estava possesso de demônios, e não andava vestido, nem habitava em qualquer casa, mas nos sepulcros. E, quando viu a Jesus, prostrou-se diante dele, exclamando, e dizendo com grande voz: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Peço-te que não me atormentes. Porque tinha ordenado ao espírito imundo que saísse daquele homem; pois já havia muito tempo que o arrebatava. E guardavam-no preso, com grilhões e cadeias; mas, quebrando as prisões, era impelido pelo demônio para os desertos. E perguntou-lhe Jesus, dizendo: Qual é o teu nome? E ele disse: Legião; porque tinham entrado nele muitos demônios. E rogavam-lhe que os não mandasse para o abismo. E andava ali pastando no monte uma vara de muitos porcos; e rogaram-lhe que lhes concedesse entrar neles; e concedeu-lho. E, tendo saído os demônios do homem, entraram nos porcos, e a manada precipitou-se de um despenhadeiro no lago, e afogou-se. E aqueles que os guardavam, vendo o que acontecera, fugiram, e foram anunciá-lo na cidade e nos campos. E saíram a ver o que tinha acontecido, e vieram ter com Jesus. Acharam então o homem, de quem haviam saído os demônios, vestido, e em seu juízo, assentado aos pés de Jesus; e temeram. E os que tinham visto contaram-lhes também como fora salvo aquele endemoninhado. E toda a multidão da terra dos gadarenos ao redor lhe rogou que se retirasse deles; porque estavam possuídos de grande temor. E entrando ele no barco, voltou. E aquele homem, de quem haviam saído os demônios, rogou-lhe que o deixasse estar com ele; mas Jesus o despediu, dizendo: Torna para tua casa, e conta quão grandes coisas te fez Deus. E ele foi apregoando por toda a cidade quão grandes coisas Jesus lhe tinha feito.” (Lucas 8.26 a 35)

Estamos diante de um texto que nos fala de um homem endemoninhado, que não vivia mais em família, sua morada era em um cemitério, ele andava nú, um homem tido como louco, excluído do convívio familiar.
Nos dias de hoje não é muito comum ouvimos falar de pessoas endemoninhadas nas igrejas,  satanás não tem se manifestado nas igrejas, mas ele está presente na casa, no trabalho, se sente a vontade em nosso meio, se engana que quem aceitou Jesus uma vez liberto, liberto para sempre!
A bíblia fala que satanás anda por lugares áridos e tem vontade de voltar para sua antiga casa, quando ele volta, ele não volta sozinho, ele vem acompanhado com outros sete piores que ele. Imagina uma pessoa endemoniada, foi liberta e voltaram sete piores, neste texto vemos que se trata de uma legião.  Uma legião de demônios atormentando e trazendo problemas na vida daquele homem.
Às vezes ficamos incrédulos das ações do demônio em nossas vidas não queremos ver o que está a nossa volta e admitir que a ação de satanás em nosso meio é real.
Quando aquele homem foi de encontro com Jesus, ele se deparou com o Filho de Deus, e perguntou a Jesus porque ele o atormentava?
Satanás não pode ter poder sobre a nossa vida, em nossa vida tem que ter a presença de Deus. No tempo de Jesus era nítido identificar pessoas endemoninhadas,  podemos ver tais relatos em Mateus, Marcos, Lucas, nas histórias narradas, mas hoje os demônios não se incomodam mais conosco, eles já se acostumaram com nossas fraquezas espirituais, porque andamos acomodados em nossa fé.
Existem muitos espíritos enganadores que se passam por anjos de luz para enganar a muitos com falsas doutrinas e vans filosofias, e as pessoas por falta de entendimento e por não buscarem conhecimento na palavra de Deus vão se deixando enganar dia após dia.
Temos visto lares divididos, casamentos sendo desfeitos, pais separados,  filhos revoltados,  e achamos isso normal, satanás tem trabalhado pesado para destruir e as pessoas têm visto isso como normal. Muitas pessoas se casam hoje pensando:  “casa não deu certo, separa”. Sem Deus o homem não é nada! Satanás trabalha na mente, no conhecimento das pessoas, mostrado que tem mandado em nossas vidas, ele age naquilo que nos atrai, estamos em meio uma grande guerra espiritual, somos atraídos pelas mídias sociais, buscamos em todo tempo entretenimento, e temos deixado de lado ou em segundo plano as coisas de Deus têm lido pouco ou quase nada da palavra, muitos quando vão à igreja muitas vezes vão forçados, ou porque já se acostumaram com a rotina de frequentar uma igreja e quando estão na igreja não adoram, se tornam observadores e críticos de tudo o que está acontecendo.  Precisamos analisar nossa vida, e ser sincero, dar mais tempo para Deus, ter cuidado para não voltar o velho homem.
Satanás estava destruindo a vida daquele homem, o demônio queria arrastar aquele homem para uma vida de destruição,  aquele espírito estava dominando a vida dele. Satanás sabe qual o nosso maior desejo, e ele vai fazer de tudo para nos deixar prezo ao nosso desejo, ele vai trabalhar de todas as formas para nos deixar escravizados.
O povo de Israel era escravo de faraó,  quando Moisés se levantou para tirar o povo da escravidão,  faraó aumentou ainda mais o trabalho para não sobrar tempo para adorar a Deus, o povo se acostumou com a escravidão, quando eles saíram do Egito murmuraram sentindo falta das coisas do Egito, e chegaram a afirmar que era melhor estar ali no Egito como escravos. Isso nos mostra que nos acostumamos com a escravidão que satanás nos impõe.
O que temos feito para oferecer para Deus? Usamos tanto a expressão não tem nada a ver, usamos tantas desculpas mesmo sabendo que Jesus muda a história,  temos que compreender a mudança de Cristo em nossas vidas, enquanto satanás encontrar brechas em nossas vidas, ele sempre vai insistir em nos prender na escravidão do pecado, Jesus não nos resgatou para sermos escravos do pecado. O mundo jaz no maligno, o mundo já recebe e pratica os ensinamentos de satanás para nos tirar a salvação.
Temos que ser realista diante de Deus e nos humilhar diante Dele, confessar a Ele nossas fraquezas, suplicando a Ele que aja mudança em nossas vidas e fortalecimento para que não deixemos o velho homem retornar, para que possamos viver uma mudança de vida de verdade.
Satanás sempre vai procurar formas para nos enganar e nos manter cativos, somos falho, dormimos o sono da negligência, não temos vigilância, nossa própria família é usada como instrumento para nos fazer voltar ao Egito e as velhas práticas.
Satanás mudou a forma de agir, ele é mais sutil em suas ações, e como andamos de forma negligente em nossas vidas espirituais, não percebemos os pequenos ataques, quando nos damos conta, o estrago é enorme.
Depois que aquele homem foi liberto, o encontraram vestido em perfeito juízo,  um homem que não vivia em sociedade, que andava nú, agora estava restaurado, liberto pronto para voltar ao convívio em sociedade, e  ele reconheceu isto quando buscou estar  aos pés de Jesus, adorando ao Senhor, alegre e feliz.
Aquele homem foi liberto adquiriu nova identidade, não é mais um louco,  solitário que vivia na escuridão porque a palavra de Deus o alcançou e ele teve o direito de ser chamado de filho de Deus.
Quando Deus liberta uma pessoa é para nos tornamos embaixadores  de Cristo, aquele homem recebeu a instrução de voltar para casa para e testemunhar o que Deus tinha feito na vida dele.
O Senhor nos libertou, então, devemos viver com Cristo, e dar testemunho da transformação em nossas vidas. Jesus mandou aquele homem pregar para a família.  O que é dar testemunho de Cristo? É uma nova identidade, não fomos libertos por beleza, mas porque Deus tem um propósito de salvação para nossa vida e através de nosso testemunho que ganharemos nossa família. Pense nisso!!!


31 de janeiro de 2018

O que Fazer Diante de uma Ofensa?


Culto da Família
Pr. Cláudio Ferreira
“E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.” (Gênesis 3: 6)
Todos nós em algum momento precisamos tomar decisões, mas precisamos ser vigilantes nas decisões que tomamos, pois, uma escolha errada pode ser a brecha que o inimigo irá entrar para nos destruir. Eva por curiosidade tomou uma decisão e desobedeceu a Deus quando comeu do fruto que Deus havia proibido.
Satanás tem nos tentado de todas as formas, o inimigo mudou suas armas e de todas as formas ele tem tentado aniquilar nosso chamado, armando armadilhas precisas para nos enredar. As ações de satanás são tão sutis, ele é astuto e cheio de artimanhas, dentro dessa artimanha ele se disfarçar de anjo de luz, seu projeto é destruir a raça humana e a igreja. Sabe qual a maior isca que ele tem usado? Analisa seu relacionamento, perceba onde você mais tem sofrido dano, observe uma pequena palavrinha chamada ofensa.
Esta é uma pequena isca que satanás tem lançado como ele é capaz de destruir com um casamento através da ofensa, a família através da ofensa. Na realidade a ofensa em si não mata, mas quando ela fisga a pessoa se não tiver uma base da palavra de Deus, se ela entrar em seu coração e em seus sentimentos tudo e qualquer coisa que a pessoa fizer causarão um grande estrago.
Uma pessoa ofendida produz muitos frutos, veja os frutos da carne:
 “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia; Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias; Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gálatas 5: 19 a 21)
A pessoa sente muita dor, ela remoí dias e dias, ela vai maquinar até que perca os sentimentos, a fé e por fim abandone o seu chamado.
A ofensa gera a ira, quando o nosso ego é ofendido, não existe fé e casamento. No casamento nó vemos muito isso, quando a pessoa quer ofender, ela vai direto ao ego e a reação da pessoa ofendida é encontrar uma palavra de ofensa maior.
Muitas pessoas são crentes dentro da igreja, mas e quando é para colocar a palavra de Deus em prática? Até quando vamos deixar que as mágoas e ofensas nos guiem? Libere o perdão a quem lhe ofendeu!!!
Nós precisamos prestar atenção na situação que estamos vivendo, pois, poderemos ter uma grande decepção quando nós nos encontrarmos com Jesus e por Ele formos julgados por nossos atos. Será que não ficou claro, que em Cristo as coisas velhas e as emoções precisam ficar na cruz?
Muitos precisam voltar a reconhecer a Cristo e nascer de novo, e abandonar as velhas práticas como da ira, o escândalo, a amargura, deixe tudo isso na cruz, coloque o teu casamento na cruz.
Celular com senha, cheio de segredinhos ou somos transparentes ou vivemos uma farsa, devemos assumir nosso casamento com responsabilidade e lealdade, não podemos ser uma farsa, chega de imitar o mundo, alguns vivem amigados fazem sexo, fazem tudo, e deixam a ofensa tomar conta de tudo, pessoas orgulhosas que pensam que a palavra de Deus não é para ela, mas a palavra de Deus é para todos.
O presídio é cheio de facção, na igreja não é diferente, existe a facção das fofoqueiras, a facção dos porcos, a facção dos mentirosos, Jesus não veio tomar conta destes, Ele veio pastorear ovelhas dispostas a obedecer à palavra de Deus, mas o que temos visto é que a igreja está cheia de bode, por isso a bandeira da ofensa tem sido hasteada e muitas feridas tem sido abertas e não há cura. Pessoas feridas geram vidas feridas, tem pessoas morrendo a míngua e não procuram ajuda por causa do orgulho.
As pessoas não conseguem enxergar o bem, só o mal que receberam em momento algum observamos na bíblia Jesus pedindo vingança, mas pedindo o perdão pelo pecador. O evangelho é renúncia, não existe ninguém melhor que ninguém se somos alguma coisa é pela misericórdia do Senhor.
A maneira mais eficaz do inimigo nos neutralizar é não querer se aproximar, é não querer ter comunhão com os irmãos, somos enfermos, cada um com suas dificuldades. Ninguém pode lançar pedra em ninguém é por isso que a cruz foi necessária. Cristo nos libertou do pecado, devemos nos livrar da ofensa, é impossível viver essa vida sem ser ofendido por alguém.
Pessoas feridas, machucadas olham para trás e se alimentam do ódio, é necessário abrir mão de nossas ofensas, a forma que lidarmos com a ofensa é a forma que lidamos com o futuro, é necessário se esvaziar da ofensa caso contrário nosso futuro poderá ser prejudicado.
Ore pelo seu ofensor, tente entender o porquê ele agiu da forma que agiu. Onde está Cristo? Devemos aprender a ter misericórdia, devemos pedir que o Espírito Santo nos cure e cure a pessoa que nos ofendeu, só Ele tem o remédio para cicatrizar e curar as nossas feridas.
“Pois não era um inimigo que me afrontava; então eu o teria suportado; nem era o que me odiava que se engrandecia contra mim, porque dele me teria escondido. Mas eras tu, homem meu igual, meu guia e meu íntimo amigo. Consultávamos juntos suavemente, e andávamos em companhia na casa de Deus.” (Salmos 55: 12 a 14)
Ora Davi fala dele, ora ele fala de seu amigo, são estes que estão mais próximos que quando nos ofendem nos deixam destruídos porque nós idealizamos uma pessoa perfeita, quanto mais próximo o relacionamento maior será a ofensa e decepção, nós queremos que nosso familiar ou amigo reconheça as falhas dele, mas não queremos que ele nos aponte nossas falhas. Quanto maior a expectativa que colocamos em alguém, maior será a nossa decepção.
Quanto mais nos dedicamos e esperamos no homem, maior será nossa decepção, deixamos de esperar em Deus, uma hora vem à decepção. Quando nós oramos a Deus nada nos ofende, mas quando não oramos não conseguimos perdoar o egoísmo reina na nossa sociedade, ferindo aquilo que nos guarda.
A bíblia fala que nos últimos dias os homens seriam amantes de si mesmo. O que satanás tem colocado em nosso caminho é a ofensa, ofendemos na igreja, no trânsito, em nossa casa e nem percebemos as sementes que estamos lançando.
“O irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte; e as contendas são como os ferrolhos de um palácio.” (Provérbios 18: 19)
Os relacionamentos e as pessoas que têm dificuldades de pedir perdão, as pessoas usam o perdão como troféu e pensam consigo mesmo: “a ele veio pedir perdão, é porque eu tinha razão”. A bíblia nos ensina que é melhor perder a razão diante do homem para poder ganhar com Deus. Uma pessoa ofendida, amargurada é oficina do diabo, ela abre mão do chamado, não se submete se tornam pastores de si mesmo.
A pessoa acredita estar certa, mesmo estando enganada, nós queremos que as coisas sejam do nosso jeito, mas não é do nosso jeito e nem da nossa forma, não é seguir o que o pastor orienta fala ou da forma que ele age, mas é seguir o que a bíblia ensina.
Muitas pessoas foram injuriadas, mas outras pessoas foram tratadas injustamente, e assim as pessoas vão criando os seus próprios demônios. Demônios existem, mas a grande maioria dos que existem por aí são criação de crente que não pratica a palavra, devemos mostrar quem verdadeiramente somos, devemos conversar e mostrar que somos da paz.
Há 2018 anos Deus tem falado a mesma coisa, por isso satanás usa o dom de profecia para enganar a muitos, o orgulho endurece o coração e impede o arrependimento.
No casamento nós dizemos que perdoamos. Mas porque temos que perdoar? Se nós somos conhecedores da palavra de Deus, devemos tomar a iniciativa.
Cada copo de amargura que tomamos, é uma porção que alimenta nossa mente para cauteriza-la, e dificilmente uma pessoa que já está vivendo com uma mente doente de mágoa, ódio e rancor entrará no reino do céu. Foi necessário um morrer por todos, mas depois do arrebatamento será necessário morrer todos por um e para entrar no reino.
Existe uma cura para a ofensa? Quantas pessoas são fingidas com elas mesmas e com Deus. Não existe respaldo para colocar a sujeira debaixo do tapete com Deus é na lata ou se concerta ou a situação fica complicada. Muitos estão cegos e nú que não enxergam isso. Como ter cura?
 “E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.” (Apocalipse 3: 14 a 18).
O ouro refinado é um ouro puro, que nada corrompe, o coração puro é comparado ao ouro e um coração isento de impurezas, precisamos buscar essa pureza em nossos corações.
Por mais que o ressentimento esteja dentro de nós, precisamos ter um encontro com Jesus, um encontro verdadeiro, Paulo quando se encontrou com Jesus, ele foi completamente transformado de perseguidor a perseguido. Deus levantou um homem para ser um vaso usado pelas mãos do Senhor. Paulo foi instruído pelos apóstolos e se tornou um dos maiores pregadores do evangelho.
Pare de julgar, entenda que o tratamento de libertação vem no dia a dia, tenha um encontro com Jesus, procure ter comunhão com Jesus, Ele nos ensina a perdoar, permita que Ele construa uma nova história em sua vida, a decisão é sua! Pense nisso!!!



30 de janeiro de 2018

Renúncia



Pr. Cláudio Ferreira
“Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus; Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;” (Filipenses 2: 6 a 9)
O homem pecou e foi destruído da glória de Deus, o salário do pecado é a morte, mas Jesus através de seu sacrifício na cruz do calvário, Ele revelou o plano da salvação, e através das boas novas do evangelho, nós tivemos acesso ao plano soberano de Deus em nossas vidas.  Para conhecer esse plano de salvação é preciso conhecer o evangelho,  Deus trabalha na conta mão do mundo.
Jesus sendo em forma de Deus abriu mão de ser Deus, viveu como homem, habitou em nosso meio sofreu as dores que um ser humano pode sofrer e venceu.
“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” (João 1: 1)
Nós tivemos a oportunidade de conhecer a luz de Deus através de Jesus, quem vai até Jesus, tem livre acesso ao Pai, Jesus é a manifestação de Deus. Todo projeto de Deus precisa de alguém que se submeta aos seus planos, pois, Deus quer trabalha na coletividade, todos somos iguais, Jesus aceitou e entendeu esse chamado.
Nós como igreja, temos entendido o chamado de Deus? Qual é a vontade de Deus na nossa vida? Muitos pensam que a vontade de Deus é o chamado, mas qual a vontade de Deus para a vida de cada um? Será que temos entendido isso?
“E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.” (I Coríntios 11: 3)
Jesus pegou no pão que representava o seu corpo e deu a seus discípulos, depois, do mesmo modo ofereceu o cálice,  quem participa do corpo e do sangue indignamente não faz parte deste corpo, este corpo não está dividido por quem é melhor, o mesmo sangue que foi derramado por cada um dos discípulos foi derramado por nós, e quando entendemos que somos iguais ninguém é juiz da vida de ninguém o verdadeiro pastor dá a vida por suas ovelhas, Ele subiu na cruz,  foi exposto Ele orou ao Senhor e disse:
"E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes."  (Lucas 23: 34)
 Ele não usou da autoridade que tinha em ser o filho de Deus, Ele negou a si mesmo, nós devemos nos esvaziar de nós mesmos entre a nossa razão e a nossa família existe uma cruz,  um ato que foi feito pelas próprias mãos de Deus ao entregar o seu filho por nós.
Será que temos entendido o nosso chamado? Todos fazemos parte de um mesmo corpo, os desejos que nos influenciam, a tomarmos decisões precisam ser tratados a luz da palavra negue a si mesmo, a falta de perdão,  as feridas causadas por coisas passadas, precisam ser lançadas no mar do esquecimento. Jesus nos advertiu que no mundo teríamos aflições, mas Ele também nos disse para termos bom ânimo.
Quer vencer o ódio,  olhe para o espelho e busque um novo nascimento busque não só o batismo, mas veja a si mesmo, resgate as emoções podres e lance fora, tais coisas não são de Deus, Ele não está à procura de profissionais, mas assim de pessoas capazes de negar a si mesmo, dar a mão ao seu inimigo com amor.
Nós não conhecemos a história de vida de ninguém, mas Deus conhece, Ele quer te ajudar a mudar essa história,  quantas vezes queremos ser o melhor, o super santo, santificação é um processo de renúncia.
Jesus se submeteu a forma mais podre que foi a forma de homem, Deus no momento da crucificação virou as costas para não ver tudo o que Jesus estava carregando sobre si.
Será que nós temos força para suportar o nosso próprio querer, nós costumamos espiritualizar tudo, não é questão de sentir, é ter fé para praticar, não em sentir querer perdoar, perdoar é abrir mão do velho homem, deixar as coisas velhas para trás, não dar espaço dentro de nós ao velho homem, mas temos que dar lugar a formação de Deus dentro de nós, essa formação acontece todos os dias, mas quando entendemos que liberar perdão é aniquilar o velho homem, nós começamos a ser transformados em uma nova criatura.
“Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.” (Mateus 5: 48)
Se alegre quando for injuriado por amor a Cristo, as pessoas tem andado no caminho errado, buscando massagens no ego, Deus não está à procura de quem está em busca de aplauso, em secreto Deus age, em secreto o evangelho cresce.
Há muitos púlpitos que satanás tem tido exaltação,  mas a verdadeira exaltação é perdoar,  e não carregar o defunto das mágoas do passado no presente,  é deitar a cabeça no travesseiro e dormir em paz.
Sabe o que é ser exaltado pelos seus? É quando descemos em oração de joelhos, se humilhando para Deus nos justificar, precisamos mudar nossa ótica, nosso inimigo não é o nosso próximo, mas principados, potestades, contra aqueles que influenciam nossos familiares para se levantar contra nós, é termos a visão que é necessária orar pedindo pela salvação.  Isso é seguir o exemplo de Cristo!
É entender que lá fora o sexo é fácil, mas que a nossa escolha seja os ensinamentos de Cristo para nossas vidas. Para onde nós iremos se só o Senhor tem palavra de vida e de paz? Não troque uma noite de prazer, por um sentimento, siga aquilo que Deus determinou, ande na bênção do Senhor. As coisas velhas se passaram aquele que ouve a palavra e pratica é como o homem que edificou a casa na rocha, as tentações virão, mas sobre a nossa estrutura está a cruz, ela nos sustenta.
A qualquer momento poderemos ser chamados? O que Deus espera de cada um de nós?
Cada dia se aproxima nosso encontro com o Senhor, ou através da morte ou do arrebatamento, cada dia esse encontro está mais próximo,  e se este encontro fosse agora? Ele sabe a hora, mas nós não sabemos o dia e a hora, será que estamos aptos?
Ao ladrão da cruz Jesus disse a ele: “hoje mesmo estará comigo no meu reino”. Será que estamos preparados para este encontro? Será que nós nos arrependermos de nossas escolhas? Sempre há uma chance de refletirmos sobre nossas escolhas e analisarmos se estão ou não dentro dos padrões estabelecidos por Deus. Sempre a tempo de voltarmos atrás e reconciliarmos com Deus, abraçar a oportunidade de fazer uma aliança com Deus. 

Muitos pensam que a grande oportunidade de conquistar algo material é uma oportunidade na vida, mas a maior oportunidade que o ser humano pode ter é de poder estabelecer uma aliança com Deus, ser reconhecido por Deus e ser chamado  pelo nome, o evangelho garante a libertação,  garante a salvação.  Se há alguém que deseja se entregar ao Senhor ou quer reconciliar com o Senhor, não deixe esta oportunidade passar. Certamente o Senhor está lhe dando uma nova oportunidade não deixa  passar, talvez esta possa ser a última. Pense nisso!!!

2 de janeiro de 2018

Obedecer para Crescer

Pr Cláudio Ferreira
Santa Ceia 03/12/2017
“E semeou Isaque naquela mesma terra, e colheu naquele mesmo ano cem medidas, porque o SENHOR o abençoava. E engrandeceu-se o homem, e ia enriquecendo-se, até que se tornou mui poderoso.” (Gênesis 26.12 e 13)
Neste texto percebemos como Isaque prosperou mesmo diante da fome, Deus prometeu prosperar independente do lugar onde ele estivesse. Ele teve o desejo de ir par o Egito, pois, ali não havia fome.
“O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do SENHOR.” (Provérbios 16: 1)
A palavra  de Deus nos ensina que a resposta final sempre virá da boca de Deus, e muitas vezes, esta resposta vai contra nossos planos e projetos, Deus disse a Isaque para não descer ao Egito.
Diante das crises, nós tomamos decisões, somos influenciados pelo momento, os cristãos não devem viver do momento, o verdadeiro cristão ele deve viver segundo a palavra de Deus, ela não vai massagear o ego de ninguém, ao contrário, a palavra de Deus vai nos confrontar, nos cobrar mudanças.  Temos que estar preparados para receber a palavra de Deus e colocar em prática aquilo que  Deus nos revela através de sua palavra.
Muitas vezes seremos colocados contra a parede,  porque a palavra nos revela coisas de nosso caráter que nós mesmos desconhecemos, essa mesma palavra nos capacita a vencer os desafios, mas, para que isso aconteça temos que compreender a direção que Deus nos dará para que possamos obedecer. Isaque obedeceu a voz de Deus!
Tem como prosperar em meio à crise? Sim! Diante da crise Deus levou Isaque para a cidade de Gerar e ficando ali, ele se tornou peregrino naquela terra. Deus orientou Isaque para que ele não descesse ao Egito e estabeleceu com ele uma aliança e no meio da crise ele prosperou.  Abimeleque rei dos filisteus se incomodou com o crescimento de Isaque ali naquela terra, o povo temia seu crescimento, então o rei Abimeleque exigiu que ele partisse dali.
Deus permanece fiel mesmo se formos infiéis, aquele que deixa, confessa, muda, e obedece à direção de Deus, colhe os frutos da obediência.
O que aconteceu para que Isaque alcançasse a promessa? Ele simplesmente obedeceu, seguiu a orientação divina. Muitos dizem que entregaram a vida para Jesus, mas entendam, não são as razões humanas que  devem influenciar, mas o Espírito Santo de Deus, Ele irá usar a palavra para orientar.  Se nós ainda permanecemos em dificuldade, é porque nós não descemos na olaria de Deus, Ele não vai entrar no jogo e nos mimar, a palavra de Deus não veio para amaciar o ego de ninguém, também não veio apenas para escolhidos, ela  veio para todos, basta obedecer.
Somos tentados a buscar a felicidade no Egito, precisamos abandonar o conforto e os prazeres do Egito, quem desce ao Egito, não está em busca de uma vida com Deus, mas sim, uma busca de facilidade, de prazer e conforto.
Existem relacionamentos que têm tudo para dar certo, mas trás as imoralidades do Egito e o que era para ser bênção se torna em maldição.
Quando Josué foi lutar na cidade de Ai, Deus deu a ordem de não tocar em nenhum dos despojos, mas, Acã desobedeceu e tomou posse daquele despojo proibido. Diante de Deus nada fica em oculto.
O prazer do cristão deve estar na palavra de Deus, dentro dos padrões que Deus estabeleceu dentro da Bíblia que foi deixado por Deus.
“Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meu socorro vem do SENHOR que fez o céu e a terra.” (Salmos 121: 1)
Deus se responsabiliza pelas nossas vidas, Isaque obedeceu, Deus renovou a promessa que fez a Abraão através da aliança que estabeleceu com Isaque.
Quando obedecemos a Deus, Ele se responsabiliza e nos garante a vitória, mas, para isso, é necessário te ter fé e obediência.
“Assim habitou Isaque em Gerar.” (Gênesis 26: 6)
Deus quer nos exaltar no lugar da nossa humilhação, Isaque obedeceu à voz de Deus, esse é o grande segredo para que Deus manifeste o seu poder em nossas vidas é necessário esperar o tempo da promessa sobre as nossas vidas, Deus não se esqueceu de ninguém,  Deus ainda vai manifestar o que tem para nossa vida, Ele é o nosso refúgio,  fortaleza,  podem cair mil do nosso lado e dez mil à nossa direita, mas nós não seremos atingidos, se estivermos em obediência.
Ainda existem promessas de Deus para se cumprirem em nossas vidas, temos que entender que não somos qualquer um, Deus não age como homem, o homem quando é ferido, ele quer dar o troco, mas, Deus é misericordioso para com as nossas vidas.
Existem promessas sobre as nossas vidas, como havia na vida de Isaque, o que estamos fazendo? Será que temos obedecido?
“Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos.” (Salmos 32.8)
O Senhor mostrou a Isaque o que ele não deveria e o que deveria fazer e como deveria fazer, o maior inimigo do homem não é satanás, ele só pode tocar em nossa vida se Deus permitir e nós dermos brechas. O nosso maior inimigo são os nossos sentimentos e emoções.  Decisões tomadas diante de uma ferida podem nos levar a caminhos por ódio, com vingança, mas o Senhor quer nos guiar nos guardando e nos livrando de todo mal.
Deus não pode tomar a decisão por nós, somos nós quem escolhemos o caminho, quando escolhemos o caminho da palavra nada nem ninguém pode tocar, ou fazer mal algum porque praga alguma chegará em nossa tenda
As bênçãos do Senhor trazem paz, alegria,  a crise que ocorreu no tempo de Isaque, ele semeou naquela terra e colheu 100 por 1. Como alguém pode plantar na terra seca? Como a terra seca pode dar fruto? Como explicar isso? Loucura? Quem tem promessa pode passar pelo vale da sombra da morte nenhuma mal lhe acontece por que, o Senhor se responsabiliza por justificar e exaltar aquele que obedece.
Isaque plantou e colheu 100 vezes mais quando obedecemos à voz de Deus nós saímos do natural e vivemos o sobrenatural importa que sobre a nossa vida está a promessa de Deus e se as portas estiverem fechadas, elas vão se abrir se estiver enfermo, pela fé será curado! Quando Deus quer nos abençoar em pouco tempo recuperamos tudo aquilo que perdemos.
Precisamos entender que todos somos filhos de Deus, quem aqui quer ver o mal de um de seus filhos? Deus não quer ver o nosso mal, mas nós perdemos o foco de ouvir a voz de Deus, não ouça o seu coração ouça a voz de Deus. Vai chegando um momento em nossas vidas que vamos percebendo que ao ouvir a palavra de Deus vemos Deus nos tirar de um fundo de poço, para um ligar mais alto.
Quando observamos a palavra de Deus é mais fácil perdoar, dizer sim e esperar o momento certo de Deus agir, aqueles que esperam em Deus mesmo na adversidade, Deus não deixa confundindo e envergonhado.
“A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores.” (Provérbios 10: 22)
Deus pode abrir portas, mas a verdadeira riqueza de Deus é seguir em paz com  todos.
Quando estamos pautados na palavra de Deus não sentimos dores, perdas, pois, se estamos passando por dores e perdas, certamente é porque tomamos a decisão sem a direção de Deus, nossos pais não nos criaram para sofrermos, não existe ninguém perfeito,  mas Deus nos transforma.
“Na verdade, não serão confundidos os que esperam em ti; confundidos serão os que transgridem sem causa.” (Salmos 25: 3)
Quando nós construímos nossos sonhos e projetos obedecendo à voz divina elas não causam dores, mesmo se formos machucados, há cura. Pense nisso!!!


15 de dezembro de 2017

Princípios



                                           Obreiro Luciano 20/11/17

“De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes, não só na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência, assim também operai a vossa salvação com temor e tremor; Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade. Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo; Retendo a palavra da vida, para que no dia de Cristo possa gloriar-me de não ter corrido nem trabalhado em vão. E, ainda que seja oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé, folgo e me regozijo com todos vós. E vós também regozijai-vos e alegrai-vos comigo por isto mesmo” (Filipenses 2: 12 a 18).
A geração de hoje tem se distanciado de Cristo, muitos estão dentro da igreja, mas o coração está lá fora, onde está o nosso coração está o nosso tesouro.
Passamos por momentos bons e alguns difíceis, abrimos nossa vida como um livro para qualquer pessoa, mas muitas vezes deixamos de procurar o Senhor, deixamos de nos relacionarmos com Deus. Vivemos em tempos difíceis porque além da crise do país, há uma crise moral e ética onde deixamos de praticar a palavra de Deus.
Todas as coisas contribuem para o bem, mas e quando vem o dia mal? O nosso crescimento também vem no dia mal, porque em meio o caos, é aí que Deus conhece o nosso caráter.
Muitos estão preocupados com o que o irmão pensa a nosso respeito, mas e o que Deus pensa a nosso respeito? Será que estamos entregando tudo a Deus? Será que estamos amando nosso próximo? Será que verdadeiramente amamos a Deus? Será que estamos deixando Deus fazer a vontade Dele na nossa vida?
Ele é o autor da perfeição talvez alguém olhe e diga que não somos capazes de enfrentarmos certas adversidades que são verdadeiras guerras em nossas vidas, o melhor que podemos fazer é depositar nossa fé no Senhor, e ter a certeza de que Deus que está a nossa frente e irá guerrear por nós!
Quando estamos fracos, Deus aperfeiçoa o Seu poder em nossa fraqueza, em meio o caos Deus pode nos levantar. Somos ingratos a Deus e murmuramos por qualquer coisa, devemos nos lembrar que a murmuração é contrária a fé e a gratidão a Deus. Deus aperfeiçoa o poder Dele em nossas limitações.  Tudo é possível àquele que crê, só depende de cada um de nós crermos e entregamos ao Senhor nossas lutas.
Jesus estava pronto a ser entregue a morte, mas Ele sentia prazer porque o seu ganho não era aqui era na glória de Deus manifesta em nossas vidas através da sua morte. Precisamos voltar ao evangelho, quem pode corrigir nossos erros e todas as nossas imperfeições é só Cristo, Ele toca onde ninguém pode tocar.
Temos vivido em um mundo tão atribulado, com pessoas a nossa volta que vivem de aparência,  são capazes de mentir para as pessoas ao seu redor imagina para si mesmo. Nós vivemos em uma geração pior que geração em que viveram os discípulos de Jesus. Hoje as coisas se propagam muito rápido e o que podemos fazer para dar continuidade à palavra de Deus?
Nós queremos coisas grandes de Deus, mas Deus só quer de nós a obediência.  Ele está nos vendo a todo o momento tudo o que fazemos. Tudo o que precisamos é alcançar o favor de Deus em nossas vidas, pois esse amor limpa, cura e transforma.
O perdão parece ser simples, mas quando somos magoados é difícil liberar o perdão,  o maior perdoador é sem dúvida nenhuma Jesus, Ele alcança a nossa vida e o nosso coração e quando confessamos a Ele nossos pecados, Ele nos perdoa.  Que possamos deixar Deus quebrar o nosso orgulho e que possamos aprender com Ele a liberar perdão. A palavra possui muitos princípios que só poderemos compreender na prática quando perdoarmos e amarmos verdadeiramente o nosso próximo como a nós mesmos.
A família é a maior instituição que Deus fez e nos deu, devemos preservar nossa família, nossa casa. Queremos nos relacionar com as pessoas especificamente com nossos amigos, mas os primeiros a quem devemos manter um relacionamento saudável e sincero são nossos pais e nosso cônjuge. Muitas vezes nos relacionar com nossos familiares requer esforço, não existem super heróis, mas existe um super Deus que nos capacita, nos ergue e nos levanta para seguirmos em frente diante de todas as situações.  Quando chegamos à igreja com o coração elevado ao Senhor, Ele nos fortalece, alegra o nosso coração.
Como iremos dar testemunho de Deus quando Ele fizer algo em nossas vidas se não dermos lugar para Ele? Se não dermos a devida atenção aos ensinamentos contidos na palavra que Ele nos deixou não poderemos atrair a presença de Deus, nem muito menos dar testemunho de Cristo em nossas vidas.
Não tem como nós vivermos milagres em nossas vidas se nós não crermos e se nós não nos alimentarmos da palavra de Deus, nela estão contidas todas as respostas que precisamos.
O Senhor é a nossa luz em meio à escuridão do mundo, o que nos sustenta não é o coração, ou o sangue, mas o fôlego de vida que Deus sopra em nós, Ele é luz e fortaleza, espinha dorsal do ser humano, Ele sonda cada coração, cada mente, Ele sabe onde está o nosso coração e o nosso pensamento.  Ele quer fazer algo novo em todo tempo em nossas vidas, mas para que o novo do Senhor aconteça em nossas vidas é necessário que venhamos dar lugar. O que nos impede de darmos lugar a Ele? 
Tudo é possível ao que crê! Ele só precisa que nós venhamos entregar nossas vidas, abrir nosso coração. Que possamos colocar a nossa dificuldade,  os nossos medos e todos os nossos problemas em suas mãos, pois, Ele é capaz de transformar e mudar nossa história.

Ele procura corações,  mentes, pessoas que queiram verdadeiramente um relacionamento sincero com Ele. Podemos nos esquecer Dele, mas Ele não nos esquece, Ele só quer nossa obediência,  um relacionamento sincero. Pense nisso!!!